– Os poucos treinadores de futebol brasileiros no Exterior.

A matéria é de 2009, mas o problema é atual em 2021: os poucos técnicos brasileiros dirigindo clubes estrangeiros. Compartilho abaixo:

Décio Lopes, da Globoesporte.com, fez uma observação interessante: hoje, os técnicos brasileiros só se dão bem no Oriente Médio e Japão.

Nossos técnicos, de fato, tem sido um fracasso nos clubes lá fora. De Luxemburgo a Felipão, tem-se salvo apenas Zico. O que acontece?

Compartilho belo texto deste jornalista responsável pelo “Expresso da Bola”, da Sportv, extraído de: http://colunas.sportv.com.br/expressodabola/2009/01/12/scolari-por-um-fio-zico-com-moral/

SCOLARI POR UM FIO

Primeiro foi Wanderley, um técnico brilhante, vitorioso e experiente (há quem o deteste por suas atitudes de fora do campo, mas é inegável que Wanderley deve ser considerado um dos melhores e mais vitoriosos treinadores que o futebol brasileiro já teve). Pois foi para o Real Madri e quebrou a cara. Passou por maus bocados, envelheceu, sofreu com as panelinhas lideradas por Raul, com a má vontade de alguns jornalistas e com o desprezo da diretoria merengue. Quem assistiu a “Real Madrid, o filme” sabe do que estou falando. Sem patriotadas também, convenhamos, é inegável que ele não conseguiu fazer o time jogar bem.

A saída do brasileiro foi uma decepcão, não só para quem conhece o potencial de Wanderley, mas especialmente para mim que durante os últimos anos já bati boca com muitos colegas europeus sobre a qualidade dos nossos treinadores. Não que eu considere os nossos ” professores” os melhores do mundo. Isso eles não são! Mas também não acho que mereçam ser ignorados enquanto profissionais de países como Sérvia, Israel, Áustria, Suécia e tantos outros fazem a festa nos grandes clubes do velho mundo.

Pois agora chegam as notícias da possível demissão de Felipão. Eu mesmo escrevi aqui há bem pouco tempo que era preciso dar mais um crédito a Mr. Scolari, que ele ainda não poderia ser crucifado e tal e coisa… Só que agora tenho que admitir: está começando a ficar difícil defender. Depois do banho de bola de ontem, de mais rumores de brigas no elenco e do jejum – de vitórias e clássicos, tenho que começar a dizer que o trabalho de Big Phil está fracassando.

Pela classificação, que no fim das contas é o que realmente importa, nada está perdido. De modo algum! O Chelsea ainda tem totais chances de brigar pelos títulos (da Premiership e da Liga dos Campeoes), mas a torcida precisa receber alguma dose de confiança, precisa de mais consistência em campo, precisa de mais futebol para começar a acreditar que as coisas de algum modo estão evoluindo e que o treinador vale o que custa (e nao é pouco!). Pelo que vimos ontem em campo isso tudo não dá o menor sinal de proximidade. Tá difícil, viu…

A sorte parece ser que o bilionário excêntrico Roman Abramovic está bem menos bilionário e bem menos excêntrico que há seis meses. Pobre não tem jeito de ele ficar, mas Roman – que teria perdido mais de 20 bilhões de dólares com a crise no mercado financeiro – fechou os cofres para a compra de novos jogadores e não estaria disposto a pagar a recisão milionária do treinador brasileiro. Por isso Felipão poderia ter sobrevida – e ganhar do destino uma nova chance para mostrar o valor que, ingevalmente, tem. Até agora este talento infelizmente não apareceu. Nem em um brilhareco.

Curioso. Por que os nossos técnicos não conseguem ter sucesso nos grandes clubes da Europa?

Será que Scolari ainda pode dar a volta por cima? Ou vai reforçar a idéia de que os treinadores brasileiros nao mostram tanto talento quanto os boleiros da terra onde gorjeiam os sabiás?

________________________________________________________________

A boa nova, em contrapartida, vem da gélida Moscou. Lá Zico vai assumir o comando do CSKA. Tomara que enfim quebre este mito que só permite hoje que os nossos “professores” tirem onda no Japao e no mundo árabe.

Andrea Ignatti: Planeta Bola - Luiz Andreoli

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.