– Em 43 dias, Covid-19 já matou mais em 2020 do que Sarampo, Dengue e H1N1 em 2019 inteiro! E sobre a hidroxicloroquina, uma posição.

Não acredite em Fake News e em fanáticos políticos, de Esquerda ou de Direita. Acredite na verdade, na lisura e na ponderação.

Dessa forma, segundo o Ministério da Saúde (números oficiais), já morreu mais gente por conta do Coronavírus em 2020 do que das “doenças populares replicadas na Internet por Fake News do que em todo ano de 2019”. Abaixo:

  • Nos 365 dias de 2019, os mortos no Brasil foram:
       Dengue: 782.
       Gripe H1N1: 796.
       Sarampo: 15.
  • Em 43 dias de 2020, os mortos pelo Novo Coronavírus no Brasil foram:
       Covid-19: 823.

Portanto, percebamos como a coisa é séria. Vaias para quem divulga números falsos e minimiza a pandemia e Aplausos para quem estuda, pesquisa e trabalha em soluções médicas.

Diante disso, existe a polêmica sobre a hidroxicloroquina, dividindo muitos médicos. Em si, a situação é que o remédio usado para combater a malária, lúpus e artrite teria ótimos resultados se ministrada em pacientes de Covid-19.

Quem é contra, sustenta que ainda faltam pesquisas mais profundas. Quem é a favor, alega que estamos numa tragédia mundial e já é hora de usar a droga oficialmente.

Compartilho um texto muito bom (na verdade, uma carta) assinada por 30 importantes cientistas brasileiros, a respeito do uso favorável da hidroxicloroquina. O link em: https://brasilsemmedo.com/cientistas-publicam-carta-aberta-ao-ministro-da-saude/

Bahia autoriza tratamento com hidroxicloroquina e azitromicina ...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.