– Neymar e a Moça do Suposto Estupro: quanto mais mexe, mais fede!

Caracoles, que novela virou a história do Neymar, não?

O que parecia um caso de irresponsabilidade de um jovem que bancou uma moça para transar em Paris, e supostamente ela aproveitou da fama do rapaz e/ou foi agredida e estuprada, tornou-se algo incontrolável na questão ENTENDIMENTO!

Quer saber por quê?

Porque agora surge a história de que o primeiro advogado da moça foi sócio do Neymar; que havia parceria em rede de restaurantes que seria do Andrés Sanches, presidente do Corinthians; que a moça mudou a versão que deu ao Cabrini no SBT e a história de “brigar por camisinha” não existe mais; que o vídeo comprometedor foi roubado na noite anterior do depoimento da acusada… Que “samba do crioulo doido”, como diria a poética lembra do enredo campeão da Sapucaí de décadas atrás.

Enfim: para tentar entender o que não está sendo entendido, duas publicações bem explicadas e bem informadas na sugestão:

1- Blog do Ricardo Perrone, na Folha de São Paulo, onde o jornalista mostra como até um juiz de direito entrou na “dança”.

Está em: https://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/2019/06/acusacao-contra-neymar-vira-furacao-que-atinge-de-reporter-a-juiz/

2- Blog do Paulinho, onde se vê relações complicadas dos envolvidos.

Está em: https://blogdopaulinho.com.br/2019/06/07/advogado-que-traiu-najila-trindade-e-socio-de-neymar-e-tambem-de-andres-sanches/

A grosso modo, parece que TODOS são culpados… lamentável!

Resultado de imagem para neymar najila trindade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.