– Pênalti em Rony no Palmeiras 1×1 Fluminense?

Claro que não. Repare: o atacante palmeirense, após adiantar a bola, vai se jogando quando sente a aproximação do goleiro Fábio. Acertou o árbitro Sàvio Sampaio.

Que mania os jogadores brasileiros têm, não? Todo jogo tem simulação. Cadê os cartões amarelos?

Em tempo: Rony não reclamou do lance. Temia a Advertência?

pbs.twimg.com/tweet_video_thumb/FSQkfD2WUAEBwHS

Imagem: print da tela. 

3 comentários sobre “– Pênalti em Rony no Palmeiras 1×1 Fluminense?

  1. Rafael, vamos discutir o lance. Independentemente de ele estar com a perna dobrada, antes de cair tem o toque do Fábio, que foi no mínimo imprudente, que deve ser marcado. Único detalhe, baixaram muito o sarrafo para indicar árbitros a FIFA. Dos 10 árbitros masculinos, mínimo de 7 não tem a mínima condição de ostentar o escudo. Este é um deles. Típica indicação política.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Sobre os FIFAs: concordo e assino embaixo.
    Sobre o toque: repare: se ele dobrou a perna e já está em queda, não é mais toque infracional, pois ele atingiu um jogador que estava simulando (e essa infração precede uma suposta segunda).
    Claro, respeito sua opinião. São interpretações da jogada!
    Abração!

    Curtir

  3. Rafael
    Mas o fato de estar dobrando a perna não se caracteriza infração as regras, então aí não tem nenhuma precedência ao toque do joelho com a perna do atacante, aí sim se caracteriza infração a regra 12, de antes de acertar a bola, acertar o adversário, e neste caso, nem a bola acertou.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.