– Sabendo capitalizar as suas características:

Saber explorar suas potencialidades e preencher seus espaços ociosos são virtudes no gerência de um estádio de futebol. Mundo afora, são praças comerciais-empresariais-esportivas, com movimento intenso todos os dias.

No Brasil, por serem mais antigos, muitos não são maximizados. O Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí, começa a ser explorado com mais sabedoria nos últimos meses.

Mas compartilho um exemplo bacana, que pode ser copiado (e é vizinho a nós), e que é bem simples:

– Em Bragança Paulista, a cidade é conhecida como “Terra da Linguiça”. Dessa forma, o Estádio Nabi Abi Chedid aproveitou as arquibancadas e fez uma parceria com o tradicional Restaurante Rosário, montando um espaço temático de alimentação e futebol. Para quem não conhece:

A) Você come enxergando o campo de jogo:

Imagem

B) A decoração é de momentos importantes da história do Bragantino, agora como Red Bull Bragantino:

Imagem

C) Há uma “Bull Shop”, com lembranças do clube:

Imagem

D) O cardápio é repleto de lanches de linguiça com nomes de personalidades do time:

Imagem

– Em Jundiaí, a cidade é conhecida como Terra da Uva, tem um parque industrial absurdamente grande, vocação agrícola e cultura italiana nas suas raízes. Como não imaginar algo desse porte, com as características do nosso município? Cantina / Tratoria, loja, escritórios… O executivo que vem para Jundiaí visitar alguma empresa aqui instalada, teria como primeiro lembrete almoçar no estádio (assim como acontece em Bragança Paulista).

Difícil não é; fácil, logicamente, nunca foi. Mas serve de incentivo.

Ops: o meu lanche que comi é esse aqui (abaixo): um delicioso X-Marquinho Chedid (Linguiça e Vinagrete, acrescido de Salada e Bacon). Quando eu apitava, ele me xingava tanto kk – mas depois passava / ele esquecia.

Será que teremos um dia o prazer de comer um “Spaguetti alla Gerson Andreotti”? “Torresmo do Jurandir”? “Risoto à moda do Victor”? “Taglarini ao molho do Giba“? Ou mesmo outra iguaria típica de Jundiaí: coxinha de queijo com Tubaína?

Que bons ventos inspirem o Galo.

Imagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.