– A punição para Gatito Fernandes, do Botafogo: terá que defender o VAR que o criticou?

O STJD puniu o goleiro botafoguense Gatito Fernandes por ter chutado o equipamento do VAR dias atrás. Mas a punição surgiu de um acordo com a defesa, resumindo-se basicamente em 3 jogos de suspensão, multa e… gravação de um vídeo defendendo o uso do VAR!

E aí, o que você acha desse vídeo? Sincero não será; mas servirá como algo educativo ou somente punitivo?

Extraído de: https://www.fogaonet.com/noticia-em-destaque/stjd-suspende-gatito-botafogo-tres-jogos-chute-var/

STJD SUSPENDE GATITO

A Procuradoria da Justiça Desportiva ofereceu Transação Disciplinar ao goleiro Gatito Fernandez, do Botafogo. Denunciado por chutar e danificar o equipamento do VAR em partida da Série A do Campeonato Brasileiro, o goleiro do Botafogo acolheu a oferta de Transação da Procuradoria e terá que cumprir três partidas de suspensão no Brasileirão, além de arcar com pouco mais de R$ 26 mil pelo ressarcimento à CBF pelos danos causados ao equipamento. A proposta de Transação Disciplinar foi homologada nesta sexta, dia 13 de novembro, pelo vice-presidente administrativo e auditor do Pleno, Felipe Bevilacqua.

Gatito foi denunciado pela Procuradoria por infração cometida na partida entre Botafogo e Internacional. Na partida o clube carioca teve dois gols anulados pelo árbitro de vídeo e, após o apito final, enquanto deixava o campo de jogo em direção ao vestiário, o goleiro Gatito Fernandez chutou e derrubou a cabine do VAR.

Além do fato ter sido narrado na súmula da partida, o relatório do jogo enviado ao STJD do Futebol relata que o equipamento foi danificado, além de apresentar fotos e informar o custo aproximado de USD 9.500 para importação de uma nova aparelhagem.

Pelos fatos narrados a Procuradoria denunciou o goleiro do Botafogo por infração ao artigo 219 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Art. 219. Danificar praça de desportos, sede ou dependência de entidade de prática desportiva. PENA: suspensão de 30 a 180 dias, podendo ser cumulada com multa de R$ 100 a R$ 100 mil, além de indenização pelos danos causados, a ser fixada pelo órgão judicante competente.

O processo entrou em pauta para julgamento na Quarta Comissão Disciplinar no dia 10 de setembro, porém foi adiado após deferimento do pedido do clube para a realização de prova pericial. Antes da realização da perícia, a Procuradoria apresentou proposta de Transação nos seguintes termos:

– O atleta Gatito Fernandez deverá cumprir suspensão de três partidas consecutivas no Campeonato Brasileiro Série A/2020, como infração ao artigo 258 do CBJD.

– A partir da homologação, o atleta fará um vídeo se retratando.

– Gatito Fernandez pagará à CBF a quantia de R$ 26,6 mil para ressarcimento dos prejuízos causados ao equipamento do VAR, de forma que o Botafogo concorda em responder de forma solidária para pagamento da referida quantia. O pagamento será realizado em duas parcelas com vencimentos em 18/11 e 18/12.

Após a oferta da Procuradoria a transação foi aceita pelo Botafogo. Vice-presidente administrativo do STJD, o auditor Felipe Bevilacqua foi sorteado relator do processo e homologou a transação nesta sexta.

Fonte: Site do STJD

Gatito Fernández puede ser suspendido por 180 días en Brasil | Paraguayos  en el exterior, Gatito Fernández, Botafogo

– A paisagem do final de tarde!

Entardecer que nos traz motivação!

O céu nublado-prateado com o sol reluzente-dourado, mostrando a beleza do fim do dia.

Como não se inspirar com a maravilha imaculada da natureza?

📸 🌗 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#fotografia #sol #sun #sky #céu #nature #horizonte #paisagem #landscape #inspiração #mobgrafia #XôStress

– Você costuma mentir?

Sou da seguinte opinião: uma mentirinha ou uma mentirona é mentira em qualquer lugar!

Uma pesquisa americana revela: a cada 10 minutos contamos 3 mentiras.

Será?

Extraído de: http://www.terra.com.br/istoe/edicoes/2080/artigo152159-1.htm

MENTIRA: POR QUE NÃO VIVEMOS SEM ELA

por Maíra Magro

“Detesto mentira!” Qual foi a última vez que você disse essa frase ou ouviu alguém dizer? Seja como for, quem disse… mentiu. Podemos até falar que odiamos a mentira, mas lançamos mão desse recurso quase sem perceber.

O professor de psicologia Robert Feldman, da Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos, filmou a interação entre mais de 50 pares de pessoas que acabavam de se conhecer e constatou que elas mentiam em média três vezes numa conversa de dez minutos.

Feldman, uma autoridade mundial sobre o tema e autor do livro recém-lançado no Brasil “Quem É O Mentiroso da Sua Vida? Por Que As Pessoas Mentem e Como Isso Reflete no Nosso Dia a Dia”, constata que recorrer a desvios da verdade, além de ser quase uma questão cultural, é um recurso de sobrevivência social inescapável. “Em geral, mentimos para tornar as interações sociais mais fáceis e agradáveis, dizendo o que os outros querem ouvir, ou para parecermos melhores do que realmente somos”, disse à ISTOÉ.

O problema, ressalta, é que meros desvios dos fatos podem crescer e virar uma bola de neve, gerando relacionamentos baseados no engano. “Devemos ser mais verdadeiros e demandar a honestidade”, conclama Feldman. Na maioria das vezes, a realidade é deturpada sem malícia. São as mentiras brancas, que funcionam, nas palavras do especialista, como “lubrificantes sociais”. Isso não acontece apenas nas conversas entre estranhos, permeia também os relacionamentos mais íntimos.

A dermatologista carioca Jocilene Oliveira, 55 anos, admite praticar um clássico feminino: “Se comprei um vestido e meu marido me pergunta quanto custou, digo que foi uma bagatela, mesmo que não tenha sido”, conta ela, para quem essa mentirinha de vez em quando serve para “evitar stress” no casamento. Há poucas chances de o marido de Jocilene descobrir a verdade. Segundo a psicóloga carioca Mônica Portella, é como se jogássemos uma moeda para cima cada vez que tentássemos descobrir se alguém está falando a verdade.

Ela estudou sinais não verbais da comunicação, como movimentos dos olhos e gestos das mãos, para ver se é possível detectar os momentos em que uma pessoa diz inverdades. “A taxa de acerto de um leigo é de 50%”, revela. Outro artifício muito usado é mascarar os fatos para fazer o interlocutor sentir-se bem, como dizer que um corte de cabelo duvidoso ficou “diferente” e não horrível. A lista de situações em que exageramos ou modificamos a realidade não tem fim.

Quem nunca inventou uma desculpa esfarrapada para justificar um atraso? Segundo especialistas, as técnicas de dissimulação são aprendidas pelas crianças desde cedo – e não por meio de colegas malandros, mas com os próprios pais. “O processo educacional inibe a franqueza”, aponta Teresa Creusa Negreiros, professora de psicologia social da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro.

Uma menina que ganha uma roupa será vista como mal-educada se disser, de cara, que achou o modelo feio. O paradoxo é que, embora a sociedade condene a mentira, quem falar a verdade nua e crua o tempo todo será considerado grosseiro e desagradável. “Mentir por educação é diferente de ter um mau caráter”, pondera Teresa. Mas, para Feldman, mesmo as mentiras inofensivas devem ser evitadas, com jeitinho. “Nossos filhos não precisam ser rudes e dizer que detestaram um presente”, afirma. “Mas podemos ensiná-los a ressaltar algum aspecto positivo dele, em vez de dizer que gostaram.”

As inverdades repetidas no cotidiano mascaram os parâmetros que temos para avaliar nossas atitudes e a dos companheiros, gerando todo tipo de desentendimento. Quando estamos diante de alguém que fala muita lorota, não sabemos com quem estamos lidando.

“É muito difícil categorizar mentiras e dizer que umas são aceitáveis e outras não”, afirma Feldman. Em alguns casos, os efeitos são irreversíveis. Preocupado em saber se a ex-namorada gostava realmente dele, o estudante paulistano Rogério Yamada, 22 anos, decidiu testar o ciúme dela inventando que a havia traído.

“Ela acabou terminando comigo”, lembra. “Hoje me arrependo.” Quem é enganado também sofre, com mágoa e desconfiança – segundo especialistas, a dor é mais forte quando afeta os sentimentos ou o bolso.

A psicanalista Ruth Helena Cohen, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), oferece um consolo a quem se sentiu ludibriado: a mentira tem muito mais a ver com a psicologia de quem a conta do que com seu alvo – como no caso de Rogério, que no fundo queria saber se era amado. “É uma forma de defesa, que revela uma verdade sobre quem a diz”, afirma Ruth.

É claro que, além das mentirinhas brancas, há aquelas contadas com dolo: são trapaças e traições para beneficiar quem conta ou prejudicar o outro, como ganhar uma confiança não merecida ou cometer uma fraude financeira. Em casos mais raros, a mania de inventar e alterar os acontecimentos pode revelar uma patologia.

É a chamada “mitomania”, ou compulsão por mentir, que demanda tratamento psicológico. Uma das razões pelas quais contamos tanta mentira é que raramente nos damos mal por isso. O mentiroso tem duas vantagens: a maioria das conversas está baseada na presunção da verdade e é praticamente impossível identificar uma inverdade no ato.

Resultado de imagem para mentira

– Contra a Intolerância Religiosa, rezemos pela intercessão de São Josafá!

Hoje é dia de São Josafá, um santo ucraniano, de origem bizantina e convertido ao Catolicismo. Ele é o precursor do Ecumenismo, tão necessário para a tolerância nos dias de hoje. Foi mártire por tanto lutar pela unidade dos cristãos no Leste Europeu.

Rezemos:

– São Josafá, rogai para que a humanidade respeite seus irmãos que acreditam de maneira diferente e que possam juntos rezar por uma mesma causa: a Paz que vem do Senhor, seja Ele em qual templo for invocado. Amém”.

Resultado de imagem para são Josafá

– Por quê se despreza o treinamento do goleiro com os pés no Brasil?

Na Europa, os goleiros de futebol saem jogando usando os pés com naturalidade há tempos. É uma evolução natural do esporte, acabando com o “bicão” e com a máxima de que o arqueiro “deve ser bom só com as mãos”.

No Brasil, virou “modismo” o que já é realidade lá fora. Mas com um problema: não sabemos fazer isso com a mesma qualidade.

Quer uma prova disso?

Quantos gols de “bola perdida na saída da defesa (por culpa de goleiros e zagueiros)” estamos vendo no Campeonato Brasileiro? Muitos! Na Copa do Brasil, Hugo, do Flamengo, que o diga no lance decisivo e derradeiro com Brenner, do São Paulo…

Há de se treinar mais e não encarar essa estratégia / estilo do jogo como algo passageiro, mas definitivo e necessário. O problema é: o DEBOCHE que muitos tratam essa situação.

– Qual caminho você escolhe diariamente?

No dia-a-dia, você tem opção de decidir seu futuro. O presente permite que a estrada vindoura para o “expresso do amanhã” seja feita de várias possibilidades:

caminhos retos, tortuosos, curvilíneos; margens bonitas, feias, claras ou escuras; trechos aprazíveis, espinhosos ou assustadores.

Não importa, o que vale (e aqui deixando a literatura poética para usar a objetividade) é: como e por onde andaremos?

Precisamos sempre escolher o caminho da ética, da honestidade e da cidadania, independente dos fatores que podem nos distanciar das coisas que gostamos em favor da razão e da verdade – pois essas trazem um futuro com mais segurança e correção, dispensando-nos de contratempos que possam afetar nossa alma e mente.

Como tem sido a escolha dos seus caminhos?

– Desperte para um bom dia, 6a feira!

👊🏻 Bom dia!
Verticalizando o esqueleto e caindo da cama. Sempre alerta, já de pé!
Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária #endorfina?
🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running #asics #adidas #mizuno
Clique 1:

🙏🏻 Correndo e Meditando:
Ó #NossaSenhoraDeLourdes, rogai por nós que recorremos a vós. #Amém.”
⛪😇 #Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #Maria #NossaSenhora #Lourdes #PorUmMundoDePaz #Peace #Tolerância #Fraternidade
Clique 2:

🌺 Fim de #cooper!
Suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza da #natureza. Hoje, com #begônias numerosas.
🏁 🙆‍♂️ #corrida #treino #flor #flower #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #flores #garden #flora #run #running #esporte #alongamento
Clique 3:

🌅 Desperte, #Jundiaí.
Que a #SextaFeira nublada possa valer a pena!
🍃🙌🏻 #sol #sun #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia
Clique 4:

Ótima jornada para todos!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby