– Em qual dos 3 candidatos eu votaria nas Eleições do Safesp?

Respeito qualquer forma democrática de escolha de representantes em todos os órgãos em que existe eleição. Opinar e exercer a liberdade de expressão nos permite comentar, especialmente se há conhecidos nela (ao contrário de pessoas truculentas que possam argumentar que “se não vai votar, não lhe diz respeito”… ô pessoal que se acha acima do bem e do mal!).

Enfim: fui associado ao SAFESP (porquê era obrigado pela FPF, senão eu não poderia apitar jogos pela entidade – e ela ainda obrigava a abrir mão de qualquer vínculo assinando uma carta de próprio punho de que era prestador autônomo de serviços), e agora, esse mesmo Sindicato dos Árbitros vive uma “briga de foice” pelo poder.

Deixei bem claro minha posição quando os candidatos eram Arthur Alves Junior e Aurélio Sant’Anna Martins. O texto está abaixo:

(Em: https://professorrafaelporcari.com/2019/04/12/esclarecimentos-sobre-minha-posicao-sobre-as-eleicoes-2019-do-safesp/).

Agora, acompanho a loucura que tem sido a campanha dos 3 nomes que buscam a enrolada Eleição, depois da decisão final da Justiça: o próprio Aurélio, José Assis Aragão e Renato Canadinho.

Se o novo presidente quer ser desprovido de qualquer problema, dedicado de verdade e livre de qualquer amarras, pense:

  • Dever-se-ia residir na Capital (sei que é um esforço hercúleo abandonar a família se estiver no Interior e fixar residência nova em São Paulo) ou mudar a sede / criar uma sub sede / ter um vice que possa se fazer totalmente presente na ausência (embora o Sindicato seja estadual, é evidente que por questão logística o ponto principal é a cidade-mãe).
  • Não deve estar apitando, nem filiado a Federação alguma, tampouco manter qualquer laço profissional ou amador com a entidade (ou “as entidades”) em que possa ocorrer conflito de interesse ou incompatibilidade de cargos.
  • Precisa ter FICHA LIMPA, seja por senso comum, empatia com os outros árbitros ou o não envolvimento em nenhum escândalo na vida pessoal ou na vida dentro do futebol. Nem ser protagonista ou cúmplice de coisa que possa ser classificada como IMORAL ou ANTIÉTICA.
  • Estar totalmente sem vínculo com membros das diretorias anteriores (do presidente que ficou por muitos anos e dos pares dele), a fim de mostrar independência.
  • Ser remunerado, para ser um profissional na função e COBRADO pelo desempenho, evitando as desculpas de que a pessoa é uma “abnegada pela causa”.

Qual dos 3 nomes preenche esses quesitos? Para mim, o candidato ideal deveria ter essas qualificações. E como não sou eleitor, mas um atento observador, fico curioso em saber qual deles se enquadra nesse “perfil perfeito”.

Para encerrar essa postagem, duas observações não tão claras a mim (por distanciamento dos bastidores do imbroglio):

1- Quem é OBJETIVAMENTE o candidato situacionista e os da oposição?

2- Por quê não, para mostrar que todos os candidatos querem o bem do SAFESP, entrarem em acordo na contratação de uma empresa para fazer auditoria que seja aceita pelos 3 ANTES DO PLEITO (contrata antes e executa-se assim que possível o serviço)? Isso evitaria de se colocar em dúvida que a empresa A poderia beneficiar pessoa X ou algo que o valha, tendo a cautela que se paire dúvida na credibilidade pós-eleição. Simples!

O que me assusta é: perfis fakes, denúncias vazias, notícias falsas… contra tudo e contra todos!

Resultado de imagem para Apito e cartão de futebol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.