– Você costuma jurar?

Sempre aprendi que não podemos jurar. Jurar é colocar algo em aposta, valendo-se de abrir mão de algo.

E jurar por Deus? Pela sua vida? Pelo “amor de alguém”?

O Evangelho de hoje retrata muito bem isso: nosso “SIM” deve valer como “sim”. E nosso NÃO, como “não”. Ou a nossa palavra não vale nada?

EVANGELHO DE SÃO MATEUS (Liturgia deste sábado):

(…) Não jureis de modo algum: nem pelo céu, porque é o trono de Deus; nem pela terra, porque é o suporte onde apoia os seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do Grande Rei. Não jures tampouco pela tua cabeça, porque tu não podes tornar branco ou preto um só fio de cabelo. Seja o vosso ‘sim’: ‘sim’, e o vosso ‘não’: ‘não’. Tudo o que for além disso vem do Maligno”.

(Vitral com a imagem de Nossa Senhora do#Rosário, da Igreja Matriz de Jundiaí)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.