– Que pena, Sampaoli. Os melhores do mundo são mesmo os Hermanos?

O treinador argentino Jorge Sampaoli, discípulo de “El Loco Bielsa” e que realizou excepcional trabalho na Seleção do Chile com sua estratégia ofensiva, agressiva e de forte intensidade, não consegue fazer a Seleção Argentina jogar.

Será que é só por culpa da ausência de Messi que os argentinos perderam de 6×1 da Seleção Espanhola em Madri?

Jorge Valdano, diretor do Real Madrid (e argentino, apesar de ter se radicado na Espanha), disse após o jogo que:

Foi um desastre. A Argentina viverá um calvário até o Mundial. Parece um time de parafusos frouxos”.

É para criticar com tanta veemência ou não?

Talvez. Mas parece que o técnico está um pouco “fora do eixo”. Me causou um pouco de espanto a afirmação “exagerada e soberba”, parecendo uma certa arrogância e autosuficiência de Sampaoli em seu livro (vazaram trechos dele), a ser lançado na semana que vem (Mis Latidos – em português: Minhas batidas), onde diz que:

“[O futebol da Argentina] historicamente é o melhor do mundo (…). Daqui saíram os melhores: Di Stéfano, Sívori, Maradona, Messi, Kempes e outros como Bochini, Alonso e Madurga. Os dedos das mãos não dão conta. As raízes argentinas não se comparam a nenhum outro país. Os melhores jogadores de criação e do terço final de campo da história são argentinos.”*

Você concorda com Jorge Sampaoli?

*Trecho extraído do blog Patadas y Gambetas, do jornalista Tales Torraga.

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.