– Por quê cedemos o Bolão gratuitamente para a FPF? É para repensar…

Em meus 16 anos de arbitragem de futebol, participei de testes físicos da FIFA promovidos pela Federação Paulista de Futebol nos mais diversos locais: pista de carvão, de terra, de asfalto de concreto e até do Ibirapuera

Os últimos eram realizados no Estádio Municipal de Caieiras, onde jogava o Força FC (equipe de futebol profissional da Força Sindical, que disputou a antiga B3, a “falecida” 6a divisão). Atualmente, tanto a CBF e a FPF realizam as provas em Jundiaí, na Pista de Atletismo do Complexo Esportivo Nicolino de Lucca, a “nossa” ótima “Pista do Bolão”. Eu, e muitos outros jundiaienses, somos frequentadores assíduos dessa praça esportiva do município. 

Quem lá vai, sabe que a Pista é interditada para os usuários a fim de ficar reservada para as provas físicas dos árbitros de futebol. Ao menos, são 3 vezes por semestre (testes e re-testes da FPF e CBF, durante dois a cinco dias cada). O que pouca gente sabe é: a Prefeitura cede DE GRAÇA!

Aqui vão duas reflexões importantes para nós, munícipes e esportistas jundiaienses:

1- A milionária FPF, que esfola os clubes (vide o quanto arrecadam dos times, mesmo quando as rendas são negativas nos jogos), utiliza gratuitamente o espaço público da cidade. E quando o Paulista FC precisou do apoio da Federação no caso do “gato” Heltton Matheus, se isentou de ajudar o time no quesito “bom senso” em não punir o clube por conta de um falsário assumido! O Galo foi RETIRADO da final da Copa SP no Pacaembú, sem a sensibilidade de que também foi vítima. E ainda deixamos livre e à vontade o nosso Bolão para a endinheirada entidade? Concordo que com o rigor da lei, o Galo poderia ser até excluído das próximas competições. Mas provado que não teve culpa e que a FPF (e anteriormente a FERJ) aceitaram os documentos do jogador, até nas outras equipes em que já tinha jogado, por quê tanto medo?

2- O Carnaval em nossa cidade foi cancelado por falta de recursos à Saúde Pública (prioridade, sem dúvida). A participação do Time Jundiaí nos Jogos Regionais foi cancelada por conta de economia na pasta dos Esportes. Não seria justo ARRECADAR / COBRAR essa utilização do Bolão? Os custos de manutenção são pagos com nossos impostos, ora bolas! E o que a FPF faz para Jundiaí, para o Paulista FC, ou ainda, a nós, que pagamos (e caro) nossos impostos municipais? Não tem dinheiro para o Esporte de Jundiaí e permite o uso das nossas instalações esportivas sem contrapartida? O que ganhamos com esse “agrado”?

Vale pensar sobre tudo isso (que não vem só da gestão Luiz Fernando, mas sim desde Pedro Bigardi – aproveitando, sem criticar em momento algum aqui o gestor Luiz Trentini, que é competente e boa pessoa). Insisto: a endinheirada FPF é chupim do nosso Bolão, e quando se precisou dela (e sem questionamento ético dessa necessidade), nada fez para ajudar.

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s