– O atentado no Afeganistão teve a mesma repercussão?

O mundo se horrorizou e se solidarizou com os atentados em Orlando e Nice promovidos pelo ISIS. Neste final de semana, outro ocorreu, agora no Afeganistão.

Alguém viu mensagens de “Pray For Afghanistan”?

Vale pensar sobre isso…

1792301_w2.jpg

– Qual a cor correta do cartão ao Cássio no empate de Corinthians 1×1 Figueirense

Com as novas mudanças das Regras de Jogo, muita gente está fazendo confusão. Rodadas atrás, na partida Vitória x Internacional, um atleta colorado iniciou o jogo tocando a bola para trás (já que a partir de agora isso é possível). Só que como não estava bem informado, pensou que poderia sair jogando: ou seja, deu o toque para trás e ele mesmo seguiu com a posse de bola. O árbitro FIFA Sandro Meira Ricci viu a irregularidade e, ao invés marcar o tiro livre indireto a favor do adversário, se equivocou e mandou reiniciar a partida. Erro de Direito…

Um erro de jogador e árbitro também aconteceu na Arena Corinthians nesse sábado. O goleiro Cássio impediu uma situação clara e manifesta de gol praticando uma infração contra o corpo do adversário. Após o jogo, ele declarou que sabia que tomaria cartão amarelo por que estudou “a Regra Nova”. O árbitro baiano Marielson Silva errou ao dar tal advertência, pois o Cartão Amarelo deve ser aplicado quando a infração acontece EM DISPUTA DE BOLA. Isso significa que se um jogador cometer uma infração impedindo uma situação clara de gol quando estiver tentando roubar a bola e atingir o adversário, é cartão amarelo. Se ele agarrar a camisa, fazer uso das mãos ou qualquer outra coisa que não seja em disputa de bola, continua sendo cartão vermelho (isso vale para disputas de bola com jogo brusco grave).

Assim, o treinador do Figueirense Argel (acreditem) desta vez tem razão na sua queixa contra a arbitragem.

image