– A Seleção dos Jogadores de Futebol Devedores ao Fisco Espanhol

A Receita Federal da Espanha está fiscalizando sem dar moleza os jogadores de futebol. Nestes últimos dias, divulgou-se que Messi foi condenado por sonegação e Neymar teve o caso arquivado (na verdade, seu clube, o Barcelona, assumiu a conta).

Mas veja que interessante: segundo a Revista Época (ed 04/07/2016, pg 15), ao final do 1o Semestre de 2016, os devedores (recentes ou atuais do Real Madrid e Barcelona) formariam uma Seleção! Veja suas dívidas (em milhões de euros):

1- Casillas (2,0)

2- Daniel Alves (1,3)

3- Sérgio Ramos (1,8)

4- Piqué (2,4)

5- Mascherano (1,5)

6- Xabi Alonso (2,0)

7- Iniesta (1,8)

8- Xavi (1,5)

9- Suárez (0,3)

10- Messi (4,1)

11- Neymar (45,0)

DT – José Mourinho (2,0)

É muito dinheiro, não?

Não seria mais fácil, já que ganham tanta grana com em seus clubes e patrocínios, pagarem os impostos e assim ter tranquilidade?

bomba.jpg

– 2 anos do 7×1. E o que mudou?

Hoje faz exatamente 2 anos que a Seleção Brasileira foi humilhada e perdeu para a Alemanha por 7×1 na semifinal da Copa do Mundo.

Que os alemães eram melhores, tudo bem. Mas levar 7 em casa, e do jeito que foi, aí não tem desculpa.

Tenho certeza que tal vexame nos fez esquecer a perda da Copa de 50. Superamos um trama com outro pior!

E o que mais assusta é o fato dos cartolas serem os mesmos, a estrutura idem e, por incrível que possa parecer, Neymar, que era a referência única, continua solitariamente tendo o mesmo fator de protagonismo…

Será que o 7×1 foi pouco para que existam mudanças de fato?

Talvez ficar fora de uma Copa do Mundo, não se classificando pelas Eliminatórias, seja o nosso ápice de incompetência e o start para as mudanças começarem de verdade.
bomba.jpg