– O erro do protocolo do VAR no gol anulado em Flamengo 0x1 Botafogo.

Um detalhe que o VAR, o AVAR e os demais “aspones” que trabalharam no clássico carioca há pouco se esqueceram: de acordo com as orientações da International Football Association Board, quando uma imagem de impedimento não for clara no vídeo e levar à discussão, deve prevalecer a decisão em campo.

Ao ver o gol anulado de Gabigol, me lembrei imediatamente dessa consideração. E fuçando nas minhas anotações, achei o link com o texto de Lukas Brud, da IFAB, sobre isso. Está no 3o item, no 3o parágrafo. Em: https://professorrafaelporcari.com/2019/11/05/o-que-a-ifab-pede-ao-var-e-o-que-o-brasil-faz-com-ele/

“Para decisões factuais (ex: local de uma infração; posição de jogadores em situações de impedimento; adiantamento de goleiro em um pênalti ou tiro livre da marca penal; bola em campo/fora de campo etc.) o VAR deve informar ao árbitro se houver prova clara da situação. Se a situação não estiver clara (devido à posição/ângulo de câmera, dificuldade em determinar o momento exato em que a bola é jogada, etc.) o VAR não intervém.”

Lukas Brud, International Board

– O que a IFAB pede ao VAR e o que o Brasil faz com ele!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.