– A neo-colonização portuguesa no futebol:

Em se confirmando Jorge Jesus como técnico do Atlético Mineiro, teremos os 3 principais clubes brasileiros na atualidade com treinadores lusos: Abel Ferreira no Palmeiras e Paulo Sousa no Flamengo.

A pergunta oportuna é: estão tão defasados os “professores brasileiros”, que os grandes clubes vão atrás dos seus profissionais em Portugal?

E convenhamos: nenhum dos 3 tem mercado na Europa em “grandão”: JJ é respeitado no Brasil e em Portugal, além do Oriente Médio; Paulo é coadjuvante por lá e Abel trabalhava no grego PAOK!

Qual o grande problema dos treinadores locais atualmente? 

Saiba finalmente o que os portugueses pensam dos brasileiros vivendo em  Portugal | Morar em Portugal

Imagem extraída de: https://moraremportugal.com/saiba-finalmente-o-que-os-portugueses-pensam-dos-brasileiros-vivendo-em-portugal/

Um comentário sobre “– A neo-colonização portuguesa no futebol:

  1. Devo discordar sobre “nenhum dos 3 tem mercado na Europa em “grandão””:
    José Mourinho, provavelmente foi o treinador mais idolatrado depois do Bobby Robson em Inglaterra, e apesar de não andar no mesmo patamar de idolatração, ainda roda na Europa em “grandão”.
    O Abel foi para a Grécia porque fez um excelente trabalho no SC Braga em Portugal, não foi na Grécia que comecei a gostar dele.
    Bruno Lage já ganhou o prémio de treinador do mês da Premier League.
    Sérgio Conceição fez um trabalho excelente em França.
    Existem treinadores portugueses a treinar selecções nacionais pelo mundo!
    E já agora, o JJ não é assim tão respeitado em Portugal como vocês aqui pensam no Brasil, a palavra associada é mais ‘mediatismo’ e vem sempre associado a motivos de riso!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.