– Guardiola e o sufocamento de adversário:

Isso é futebol?

Não, isso se chama “sufocamento de adversário”!

Por mais Guardiolas no esporte… assistam o vídeo abaixo:

https://platform.twitter.com/widgets.js

– Os 4 Tipos de Chefes Mais Odiados pelos Jovens

Veja que interessante: pesquisa aponta os defeitos mais odiados dos jovens em relação aos seus chefes.

Será que o do seu superior está nesta lista?

1– Chefes ausentes da sua equipe

2- Chefes que não elogiam

3- Chefes conservadores

4- Chefes parciais no tratamento

Extraído de: http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/os-4-tipos-de-chefes-que-os-jovens-mais-odeiam

OS 4 TIPOS MAIS ODIADOS PELOS JOVENS

por Camila Pati

A receita para ser rejeitado pela equipe é esquecê-la. Chefes ausentes e indiferentes são adeptos do “estilo de liderança” mais reprovado por jovens entrevistados pelo Nube, entre novembro e dezembro.

Para 57% dos 7.451 participantes da pesquisa, o pior perfil é do chefe distante e quase nunca presente. Segundo Yolanda Brandão, coordenadora de treinamentos externos do Nube, o resultado da pesquisa é sinal de que os jovens prezam, e muito, pela criação de relacionamentos com colegas e líderes no ambiente de trabalho.

Um chefe que não reconhece as conquistas da equipe aparece logo em seguida na escala de rejeição. Com, 20,52% dos votos, este tipo de comportamento também é altamente criticado pelos jovens, acostumados a ouvir elogios de pais e professores.

Perfis que pendem para uma atuação tradicionalista e proibitiva também recebem cartão vermelho da Geração Y. Segundo a pesquisa, 17,32% dos entrevistados rejeitam chefes que adotem este estilo mais antiquado.

A parcialidade no tratamento da equipe fecha a lista de gestão, co]m 5,14% dos entrevistados, de acordo com o Nube.

Jovem desmotivada: chefe distante foi o mais rejeitado pelos entrevistados  (Getty Images/). Imagem extraída de: https://exame.com/carreira/os-4-tipos-de-chefes-que-os-jovens-mais-odeiam/

– Bullying and Bias Go Hand in Hand

Excelente artigo sobre bullying. Repost abaixo:

Humans tend to be selective of those who are more like them because sameness brings comfort and security. We can choose who to date, who to be … (continua no link em:

Bullying and Bias Go Hand in Hand)

– Deixem o Cuca em paz. Mas em 2023…

Leio e ouço algumas pessoas reclamando do treinador Cuca, que saiu do Atlético Mineiro alegando problemas familiares (o que já aconteceu outras vezes em outros clubes).

Não ouso duvidar se ele tem ou não esses problemas (família, para mim, sempre vem em primeiro lugar). Não sei também se é a estratégia “Brandão” (o vitorioso treinador que sempre “saía por cima” dos clubes que trabalhava). Mas considere:

Cuca não tem problemas financeiros. Já trabalhou muito e já ganhou bastante dinheiro honestamente. Pode se dar ao “luxo” de não trabalhar.

Tirar férias, ano sabático ou até mesmo se aposentar é questão particular. Qual o problema?

Se não existe multa ou contrato, o que impede essa escolha de foro íntimo?

Deixem o Cuca descansar em paz (ou, como disse, resolver suas pendengas de família). Não há crime ou atitude anti-ética alguma nisso.

Em tempo: terminando 2022, com a volta de Cuca ao trabalho (como ele sugestiona), haverá na mesma época a abertura de uma vaga muito desejada: a de Tite na Seleção Brasileira).

Será?…

Foto: Pedro Souza (CAM), extraído de Lance.com