– Sobre a polêmica da Sexualidade do Super Homem e o jogador de vôlei Mauricio Souza.

Para aqueles que gostam de quadrinhos e heróis, como eu, deve estar se lamentando com a polêmica criada em torno do jogador de vôlei Mauricio Souza.

Esqueça isso! Não se politize o que ele “disse” nem quem o “des-disse”. Quero sim abordar essa história do Super-homem, mas como apaixonado por HQ:

Primeiro: quem gosta de quadrinhos, quer histórias do seu personagem sem mudar a sua essência. O Ciborgue (Victor Stone), por exemplo, é negro. Se ele fosse branco, o fã não iria gostar (ou vice-versa, por ter mudado o personagem).

Segundo: existem alternativas, como a de novas histórias de personagens que vão surgindo: o Lanterna Verde é o branco Hall Jordan. Em uma linha do tempo, ele treina o negro John Stewart para substitui-lo. Qual o problema? Tudo bem. Ninguém violou o personagem. Ou como o Homem Aranha: o branco Peter Parker num universo, e o negro Miles Morales em outro.

Terceiro: não importa o gênero do personagem ou a etnia. Se não for uma modificação do próprio heroi, tudo bem. Se for outro, valeu.

Quarto: estão fazendo muita polêmica em coisa que não é verdade. A Canário Branco (irmã da Canário Negro da Liga da Justiça) sempre foi bissexual. O Aqualad (Kaldur’ahm), que herda a responsabilidade de ser o novo Aquaman, é gay e tem um namorado na Liga da Justiça Jovem já há algum tempo. A prima do Batman, a Batwoman, é lésbica assumida. Então, esqueça esse papo de que não há representatividade. E quem critica que há demais, não faça essa bobagem também.

Quinto: o Superman é hetero, já paquerou a Mulher Maravilha, mas namorou e casou com a Lois Lane. Ninguém mudou a história dele. Tiveram os gêmeos Jonathan e Jordan. Um deles desenvolveu os mesmos poderes que o pai (e na série da HBO, esse filho se relaciona com a filha da Lana Lang, a 1a namorada do Clark Kent). Nos quadrinhos, esse mesmo filho vai sentir atração por um homem, e aí descobre-se que ele é bissexual. Portanto, insisto e repito, ninguém está mudando o personagem (mas tanto um lado radical e outro igualmente radical, querem polemizar).

O mundo tá chato. Respeite-se a opinião de todos, mas não deturpem fatos.

Super-heróis da Liga da Justiça

Imagem extraída do blog “Por Dentro da História”, em: https://www.dentrodahistoria.com.br/blog/entretenimento-e-diversao/desenhos-filmes-youtube/super-herois-liga-da-justica-personagens/

– Philippe Coutinho volta à Seleção e Vinícius Jr fora?

Coisas de treinador: Coutinho, que está no Barcelona (e assim como os demais jogadores do seu clube, em dificuldades técnicas) foi convocado para a Seleção. No entanto, Vinícius Jr, titular absoluto do Real Madrid, não foi chamado.

Aliás, quem assistiu Real x Barcelona no último final de semana, nunca imaginaria que, com a bola que o ex-flamenguista jogou (e que o ex-vascaíno não jogou), teríamos esse tipo de convocação hoje. É pedir para receber críticas…

Jogador de confiança “salva” técnico até quando?

Tite convocou a seleção brasileira para duelos contra Colômbia e Argentina — Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Foto: Lucas Figueiredo/CBF, extraída do GE.com.

– Definindo Adultério, segundo Paulo Coelho.

Quando Paulo Coelho lançou seu Best Seller Adultério, ele deu uma entrevista à antiga Rádio Eldorado (eu estava sintonizado naquela oportunidade), declarando sobre o que pensava sobre o tema que dava nome ao livro:

Para mim, o adultério é a infidelidade do coração, não a do corpo“.

Sei não… para mim, não são desassociáveis. E pra você?

Adulterio_Capa+WEB.jpg

Foto: Divulgação da Editora Sextante

– O instável Brasil.

Dizem que essa frase é do ex-Ministro Pedro Malan. Não sei se é, mas é interessante. Leia:

“O Brasil é o único lugar onde não se tem certeza nem do passado”.

E não é verdade? Todo dia acontecem coisas novas por aqui e o ambiente instável é constante. É uma aventura viver e trabalhar em nosso país.

O futuro já aconteceu. E o livre-arbítrio não existe | Super

Foto-arte extraída de: https://super.abril.com.br/especiais/o-futuro-ja-aconteceu-e-o-livre-arbitrio-nao-existe/

– Os Pré-Adolescentes Milionários.

Repost interessantíssimo:

A Precocidade do sucesso assusta: Nos EUA, surge uma nova categoria de artistas: os Adolewood, graças à “Hannah Montana” e “Harry Porter“. Não são nem adolescentes, mas a conta bancária é bem adulta.

Esses artistas infantis, hoje consagrados, representaram bem os adolescentes endinherados daquela época. Veja que curioso o que foi publicado,

Extraído de: http://www.terra.com.br/istoe/edicoes/2063/artigo139361-1.htm

O PODER DA ADOLEWOOD

Astros adolescentes faturam milhões de dólares e se tornam profissionais disputados em Hollywood

por Natália Rangel

A musa teen americana Miley Cyrus, 16 anos (foto), pode não ser conhecida dos adultos. Mas entre os pré-adolescentes é uma febre. Ela é Hannah Montana, a personagem de um seriado de tevê que durante o dia frequenta uma escola como qualquer criança, mas à noite se transforma em popstar.

O sucesso do programa é tanto que se estendeu às telas dos cinemas no filme “Hannah Montana”, com estreia prevista no Brasil para o dia 12 de junho. A ascensão meteórica da atriz e cantora, descrita como uma garota precoce, voluntariosa e que acompanha cada detalhe da própria carreira, lhe valeu também o rótulo de menina mimada. Recentemente, na cerimônia de entrega do Grammy, em Los Angeles, a moça quis porque quis que Thom Yorke, vocalista da banda britânica Radiohead e de quem é grande fã, fosse visitá-la em seu camarim. Ele não foi. E ela teve uma reação nada protocolar: disse a quem quisesse escutar que iria “destruir a banda”. Recebeu um pito do ídolo. O músico afirmou que “ao crescer ela aprenderia a não ser tão pretensiosa”.

Não fica bem a uma banda de rock trocar figurinhas com uma musa teen. Mas, se Miley não tem a atenção de seu ídolo, em contrapartida possui Hollywood a seus pés. Seu novo filme estreou batendo recordes nos EUA e no Canadá: arrecadou US$ 34 milhões no feriado da Páscoa, cravando o maior faturamento já obtido nessa data pelas bilheterias americanas. Os produtos licenciados pela artista também são atualmente o carro-chefe das vendas da Disney, que saltaram de US$ 400 milhões em 2007 para US$ 2,7 bilhões em 2008 – a popularidade de Miley pesou bastante nesses resultados. Hoje, o público chamado de tween (os pré-adolescentes entre 8 e 12 anos) tem se mostrado um consumidor voraz.

Segundo a revista americana Forbes, 20 milhões de préadolescentes gastam anualmente cerca de US$ 51 bilhões e influenciam parentes e amigos a gastarem outros US$ 150 bilhões em artigos produzidos por astros adolescentes. Diante dessas somas astronômicas, antigos astros mirins como Shirley Temple, nos anos 1930, ou Macaulay Culkin, na década de 1990, parecem realmente brincadeira de criança.

Na trilha do furacão Miley, como a descreveu uma reportagem da revista americana Time, estão outros jovens artistas de uma geração milionária que foi batizada pela imprensa francesa de adolewood (fusão das palavras adolescente e Hollywood). No topo da lista está o ator inglês Daniel Radcliffe, 19 anos – é ele mesmo, o intérprete do bruxinho Harry Potter, considerado hoje, ao lado de Miley Cyrus, o artista adolescente mais valioso. Radcliffe faturou no ano passado cerca de US$ 25 milhões e estreia em 17 de julho “Harry Potter e o Enigma do Príncipe”, sexto episódio da série. Outros dois jovens que viraram ídolos tweens são os americanos Zac Efron e Robert Pattinson.

O primeiro, que vem sendo chamado de “o novo Tom Cruise”, apareceu com o telefilme “High School Musical”, no qual formava um par romântico com outra garota que caiu nas graças do público, Vanessa Hudgens. Mas já alçou carreira solo no filme “17 Anos Outra Vez”, com estreia prevista para 10 de julho. Pattinson despontou como o bom vampiro no filme “Crepúsculo” e já atuou também no segundo filme da série, “Lua Nova”, que entra em circuito no final do ano – ambos são baseados nos best-sellers de Stephenie Meyer. Em apenas dois anos, o seu cachê passou de US$ 8 milhões para US$ 12 milhões.

Todos esses astros aparecem na mais recente lista da revista Forbes, elaborada justamente para avaliar a popularidade dessa nova casta hollywoodiana, feita de estrelas de até 19 anos. Os dois primeiros lugares ficaram, é claro, com Miley e Radcliffe, e na terceira posição está a novata Dakota Fanning, 14 anos, que em oito de carreira já atuou em 39 produções.

Ela ficou conhecida pelo filme “Guerra dos Mundos”, de Steven Spielberg, em que contracenou com Tom Cruise, e atualmente aparece em quatro trabalhos inéditos, entre eles, “Heróis” (estreia na sexta-feira 29) e “Lua Nova”. Ganha US$ 4 milhões para atuar. No caso dos meninos do grupo Jonas Brothers, a conta dos estúdios fica mais alta, já que eles são três: os irmãos Joe, Nick e Kevin. Criadores dos hits “S.O.S.” e “Burnin’ up”, cada um com mais de um milhão e meio de downloads na internet, eles estão em turnê e passam pelo Brasil neste fim de semana com shows em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Antes de lançarem o terceiro disco, “Lines, Vines and Trying Times”, em junho, invadem os cinemas brasileiros com o filme “Jonas Brothers 3D: o Show”. Como Miley Cyrus, o trio canta, dança e atua. Ou seja: com esses amiguinhos, os pais nem precisam se preocupar com os filhos. Eles não são rebeldes e se portam na linha do politicamente correto.

bomba.jpg

Foto: extraída de https://pt.wikipedia.org/wiki/Letreiro_de_Hollywood

– Fé e Musicalidade despertadas no Brasil!

Na Inglaterra, anos atrás, Cristina Scuccia, uma freira italiana, foi a grande vencedora do programa de talentos musicais “The Voice”.

Questionada de onde veio seu gosto musical, respondeu:

Descobri o talento no Brasil. Antes de morar lá eu não sabia que fé e música podiam estar juntas”.

Cristina viveu dois anos em Mogi das Cruzes e se prepara para lançar um CD com músicas não-religiosas. Entre elas, “Like a Virgin” (1984, de Madonna).

bomba.jpg

Foto extraída do Fã Clube de SOR Cristina Scuccia, em: https://www.facebook.com/SOR-Cristina-Scuccia-687611821301008/photos/

– Quando as cores do céu fazem “pose”!

O amanhecer de um dia qualquer no Complexo Esportivo Nicolino de Lucca (Pista de Atletismo do Bolão), abaixo. Impressionante!

Viva as cores da natureza!

bomba.jpg

☀️#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#inspiração #morning #fotografia #paisagem #sun #céu #landscapes #nuvens #cores #silhueta #Jundiaí #amanhecer #sol

– O “gol-contra” dos clubes: cercear os jornalistas e brigar com a imprensa.

No mundo do marketing, sabe-se da existência de um dito: “O ovo da galinha não é o mais nutritivo e nem o maior do reino das aves. Mas é o mais popular porque a galinha cacareja para divulgar seu ovo“.

Sendo assim, uma ação desinteligente de muitos clubes de futebol: brigar com a imprensa, estrangulando os horários e as oportunidades de se divulgar os atletas e o seu próprio time.

  • Qual patrocinador vai querer se divulgar em quem se esconde e não sabe se mostrar?

Clubes da Série A do Campeonato Brasileiro tem uma exposição natural pelo torneio que disputam. Mas ainda assim, fecham os treinos à cobertura da imprensa e permitem apenas as imagens oficiais das suas próprias TVs, limitando-se. Logicamente: menor exposição, menor valor de mercado e menor receita.

Imaginem os times do Interior, sem série alguma no torneio nacional e com os meios locais cobrindo? Os jornais, os portais e as rádios das cidades deles são a fonte de divulgação! Permitir o relacionamento harmonioso entre time e imprensa (o que não significa transformar o veículo de comunicação em “chapa-branca”) é fundamental para que patrocinadores busquem vincular suas marcas nas agremiações. Afinal, quanto maior o acesso dos jornalistas, mais se falará e se mostrará a equipe.

Tudo o que se fazer diferente disso, é “tiro no pé”. A não ser que um clube queira se esconder por não gostar de críticas (e o não-aceite disso significa arrogância e burrice) ou porque tem algo a esconder.

Se eu sou presidente de time, venderia a imagem da minha agremiação a todo instante, bateria na porta das rádios e TVs e desejaria muito repórter no dia-a-dia. Afinal, quem não “cacareja, não divulga seu ovo”.

Microfone Mudo Desenho Para Colorir - Ultra Coloring Pages

Imagem extraída de: https://prints.ultracoloringpages.com/

– Bom dia, 6ª feira (4 de 4).

🌅 #NoFilter: 5h40, Desperte, Bragança Paulista, bem clara logo cedo.

Que a sexta-feira possa valer a pena!

(E há de valer, creiamos nisso).

🍃🙌🏻 📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#sol #sun #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia

– Bom dia, 6ª feira (3 de 4).

🌺 Fim de cooper! Valeu o treino e o esforço.

Estou suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza da natureza. Hoje, com essas delicadas plantas: lírios amarelos.

Curta flores! Elas nos desestressam.

🏁 🙆‍♂️ #corrida #treino #flor #flower #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #flores #garden #flora #run #running #esporte #alongamento

– Bom dia, 6ª feira (2 de 4).

🙏🏻 Enquanto vou correndo, fico meditando e faço uma prece:

– Ó Virgem Maria, Mãe de Deus e Nossa Senhora, rogai por nós que recorremos a vós – em especial, pelos inconsoláveis. Amém.

Reze, e se o que você pediu for para seu bem, Deus atenderá.

⛪😇 #Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #Maria #NossaSenhora #PorUmMundoDePaz #Peace #Tolerância #Fraternidade

– Bom dia, 6ª feira (1 de 4).

👊🏻 Olá amigos! Tudo bem? Verticalizando o esqueleto!

Por aqui, tudo pronto para suar mais uma vez em busca de saúde. Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária endorfina?

Pratique esportes. Sempre!

🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #cooper #training #corrida #sport #esporte #running