– A invasão de Deyverson era motivo para anular o gol palmeirense em Atlético Mineiro 1×1 Palmeiras?

Viralizou durante a madrugada, após o jogo entre Galo x Verdão: o Palmeiras fez o gol de empate (e que valeu a classificação à finalíssima da Libertadores) de maneira irregular?

Deyverson, na condição de reserva, está observando a jogada na qual sairia o tento. Descuidadamente, entra no campo de jogo com a bola ainda rolando, sem influenciar no lance (vide na imagem abaixo). Houve irregularidade ou não?

Uma situação tão incomum como essa ocorrida, sempre trará discussão. Me recordo de uma pendenga semelhante envolvendo São Paulo x Flamengo com Rodrigo Caio (relembre aqui: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2012/07/31/e-quando-um-time-joga-com-12-atletas/ – repare que naquela época o reinício do jogo para “jogador extra” era por tiro livre indireto, e hoje é por tiro livre direto).

Entenda: a Regra do Jogo é acompanhada pelo Espírito da Regra. Ou seja: Texto da Lei + Entendimento do Jogo Prático. Quando surgiu a redação de “jogador extra”, se referia a: “o que fazer quando um time joga com 12 atletas”.

Ao longo do tempo, ela foi sendo acrescentada de detalhes, com situações que iriam desde a jogadores que voltam ao campo de jogo após substituição (querendo ludibriar a arbitragem ou não) ou até por invasão deliberada.

Na frieza do texto atual, ao pé da letra e sem interpretação, Deyverson é um infrator e o gol deveria ser anulado por ter invadido o campo de jogo com a bola rolando, sendo que a partida se reiniciaria com tiro livre direto onde ele se encontrava. Ao olhar pelo prisma do Espírito da Regra, se vê que a invasão dele não foi um ato deliberado e sim por descuido, não interferindo em nada com o jogo.

Compare com a famosa “segunda bola em campo”: se uma outra bola for arremessada para o campo de jogo, e ela não atrapalhar a jogada, o lance não deverá ser anulado. Ou ainda: sair e voltar de campo pela lateral ou linha de fundo por força de um drible: idem!

Por fim, repito: pela Regra fria, com o “caderninho embaixo do braço”, gol irregular. Mas pelo Espírito da Regra, eu não anularia.

Lógico, o futebol permite essa interpretação e várias discussões (respeito todas as outras opiniões, desde que tenham embasamento e sejam argumentadas com racionalidade).

Imagem: Reprodução SBT.

3 comentários sobre “– A invasão de Deyverson era motivo para anular o gol palmeirense em Atlético Mineiro 1×1 Palmeiras?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.