– Análise Pré-Jogo da Arbitragem para Paulista x Flamengo

Para o confronto entre o Galo da Japi e o Urubu de Guarulhos, teremos um árbitro com bom desempenho atualmente e bandeiras bem experientes em tempo de Federação e nos jogos trabalhados. Abaixo:

Árbitro: Danilo da Silva
Árbitro Assist 1: Osvaldo Apipe de Medeiros Filho
Árbitro Assist 2: Risser Jarussi Corrêa
Quarto Arbitro: Luciano Rodrigo Zacharias

Danilo esteve no Jayme Cintra em 2017 na derrota do Paulista por 2×0 contra a Matonense e teve ótimo arbitragem (relembre aqui: https://wp.me/p55Mu0-1lK). Na oportunidade, foi muito bem técnica e disciplinarmente, estando muito centrado no jogo. Neste ano, atuou em bastantes partidas da Série A3 e luta para estar na A2 em 2019.

Osvaldo já trabalhou em diversos jogos do Galo, é experiente e sempre realizou trabalhos regulares.

Risser, o assistente 2, já esteve em Jundiaí na abertura do campeonato (Paulista 0x0 Amparo), tendo boa atuação, além de participar de outras partidas do Tricolor Jundiaiense na A3 e A2.

Torço para uma boa arbitragem e uma excelente partida de futebol.

Acompanhe a transmissão de Paulista x Flamengo pela Rádio Difusora Jundiaiense AM 810, com o comando de Adilson Freddo. Narração de Marcelo Tadeu; comentários de Heitor Freddo e Robinson “Berró” Machado; análise da arbitragem com Rafael Porcari; reportagens de Luiz Antonio “Cobrinha” de Oliveira. Na técnica externa Antonio Carlos Caparroz. Domingo, às 10h00 – mas a jornada esportiva começa a partir das 09h00 para você ter a melhor informação com o Time Forte do Esporte!

– Festa de São Tiago e São Filipe

Hoje é dia de dois apóstolos de Cristo: São Tiago Menor e São Filipe. Vamos conhecer suas belas histórias?

Extraído de Cancaonova.com

HISTÓRIA DE SÃO TIAGO E SÃO FILIPE

Ambos nasceram na Galileia e foram discípulos e apóstolos de Jesus Cristo, e por Ele deram a vida.

Filipe nasceu em Betsaida, e o Evangelho de São João é que nos apresenta dados a respeito de seu santo testemunho. Jesus passou, chamou-o e ele disse ‘sim’ com a vida.

Ele foi ‘canal’ para que São Bartolomeu também se tornasse discípulo de Cristo. Durante o acontecimento da multiplicação dos pães, Filipe também participou deste milagre (foi para Filipe que Jesus perguntou como se faria para alimentar aquela multidão).

Na Santa Ceia, o apóstolo Filipe é quem pede a Jesus: ‘Mostra-nos o Pai e isso nos basta’ (Jo 14,8). Filipe estava em Pentecostes com a Virgem Maria e os outros apóstolos.

São Clemente de Alexandria nos diz que ele foi crucificado. Que honra para os apóstolos morrerem como o seu Senhor!

São Tiago também foi martirizado, por volta do ano 62. Ele que nasceu em Caná, filho de Alfeu, familiar de Nosso Senhor Jesus Cristo. E foi um dos doze apóstolos.

Nos Atos dos Apóstolos encontramos ele como o primeiro bispo de Jerusalém.

Tiago recebeu mais de uma visita de São Paulo e foi reconhecido como uma das colunas principais da Igreja, ao lado de São Pedro e São João.

Uma das cartas do Novo Testamento é atribuída a ele. E, nela, o apóstolo nos ensina que a fé sem obras é morta e que é preciso deixarmos que o Espírito Santo governe a nossa língua.

O martírio não está centrado no sofrimento, mas no amor a Jesus Cristo que supera essa vida.

São Filipe e São Tiago, rogai por nós.

942611_567189363321730_1608160334_n.jpg

– A PM e os bandidos nos morros cariocas.

Leio na Revista Isto É, ed 2522, Coluna Semana de Antonio Carlos Prado, a respeito do mega-assalto no Galeão, dias atrás::

US$ 1 milhão é o valor da carga com celulares Samsung que foi roubada de um dos terminais do Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro. Até quinta-feira 19, nenhum dos 3 ladrões fora preso – avisada que os celulares estavam no Morro da Maré, a PM alegou falta de segurança para ir ao local.

É mole? E olha que o Exército está por lá.

Fim do mundo…

Resultado de imagem para Morros cariocas favelas

– Sorte do Carrillo, Azar do Carille. Sobre Corinthians 1×2 Independiente

No jogo de ida pela 1a fase da Libertadores, o Independiente reclamou da derrota por um gol irregular contra o Corinthians em seus domínios. Nessa quarta-feira, como visitante, jogou muita bola no primeiro tempo e depois só se garantiu no segundo em Itaquera. Contou com a má sorte do adversário (até gol contra de Romero, o matador de Fábio Carille), e a boa atuação da arbitragem peruana de Victor Carrillo.

Três “lances do apito a serem destacados”:

1- A anulação do gol argentino de Franco, que seria o 3o do Independiente: Figal, fora do lance da bola, cometeu infração leve em Rodriguinho na frente do árbitro, corretamente marcada. Foi uma falta comum, boba e desnecessária (um empurrão para provocar desequilíbrio). Tal bobagem foi determinante para anular o tento (mesmo a infração não tendo importância alguma na conclusão da jogada).

2 – Os acréscimos reclamados pelo Corinthians no 1o tempo: todo tempo extra deve ser acrescido por atendimento médico, retirada de jogadores lesionados e substituições de atletas. Cera, por exemplo, deve ser punida em campo com advertência (seja verbal no início do jogo ou com Cartão Amarelo na persistência). Nada a justificar longo tempo de acréscimo

3 – A Expulsão de Emerson Sheik: corretíssima! O jogador veterano, tão importante na conquista da Libertadores e que usou de muita malícia contra os argentinos do Boca Júniors na finalíssima anos atrás (até mordeu o dedo do adversário), nesta noite bobeou: infantilmente chutou Sanchez Miño (desnecessariamente e bem pilhado) na frente da arbitragem. A “milonga brasileira” prejudicou o Timão.

Enfim: vitória merecida para o Independiente e preocupante atuação do Corinthians. Aliás, nessa Libertadores, está difícil encontrar um time que possa fazer frente a Liverpool ou Real Madrid, finalistas da UEFA Champions League.

 

– Oi, dona 5a feira!

06h20 – Desperte, Jundiaí!

Ter tantas nuvens no céu é prenúncio de que enfim teremos uma boa chuvinha ao longo desta 5a feira?

Tomara que sim.

Ótimo dia a todos. Veja só que linda nossa paisagem há pouco: um horizonte maravilhoso na Terra da Uva!