– A Quantidade de Horas ideal para uma boa noite de Sono

Desde pequeno acordo antes das 5h00. Não tem como mudar facilmente uma rotina. Os inúmeros compromissos profissionais que prazerosamente assumo me impedem de terminar a jornada de trabalho e curtir muitas horas de sono.

Alguns dizem que o mínimo ideal são 6 horas bem dormidas. Mas um novo estudo mostra a quantidade mínima de sono conforme a idade! Confira abaixo:

(Extraído de: http://www.istoe.com.br/reportagens/409009_O+QUE+UMA+HORA+A+MAIS+DE+SONO+PODE+FAZER+POR+VOCE?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage)

O QUE UMA HORA A MAIS DE SONO PODE FAZER POR VOCÊ

Dormir o tempo adequado para que o corpo se mantenha em bom funcionamento é uma lição aprendida pela medicina. Agora, o que surge com clareza indiscutível é que não precisa muito: apenas sessenta minutos a mais de sono por noite fazem diferença importante. Uma das últimas constatações neste sentido é resultado de pesquisa da Penn State University (EUA). O cientista Fan He registrou os padrões de sono de 342 adolescentes. Descobriu que para cada hora de diferença de sono no padrão de cada um ao longo de uma semana – um dia dormir cinco horas, em outro sete, por exemplo -, eles consumiam 210 calorias a mais por dia. Os que apresentavam ritmos mais caóticos tinham 100% de risco de passar o fim de semana mordiscando petiscos.

Em alguns casos, somente meia hora a mais de sono por dia já é suficiente para interferir na saúde. O tempo aumenta a proteção contra a evolução da diabetes e o ganho de peso, como revelou estudo do médico Shahrad Taheri, da Weill Cornell Medical College (unidade do Catar). Ele acompanhou 522 portadores de diabetes tipo 2 e identificou uma propensão 72% maior à obesidade no grupo que dormia menos. Ao final de doze meses, para cada trinta minutos a menos de sono, o risco crescia mais 17%. E a chance de agravamento da resistência à insulina subia 39%. O fenômeno é uma das características da diabetes tipo 2. Ocorre quando não há a ação correta da insulina, o hormônio que permite a entrada, nas células, da glicose circulante no sangue.

Estuda-se a razão pela qual esses minutos a mais produzem tanto impacto. Uma pesquisa da Universidade de Surrey, na Inglaterra, sugeriu que eles estejam associados a mudanças no funcionamento de cerca de 500 genes, muitos envolvidos em processos inflamatórios. Outra linha de investigação revela o vínculo entre dormir e mecanismos relacionados à fome. “Estudos sugerem que alterações nos padrões de sono estão relacionadas a variações nos níveis de hormônios associados à fome e à saciedade”, diz o neurologista Leonardo Goulart, do Hospital Israelita Albert Einstein (SP).

Evidências desse gênero levaram a Fundação Americana do Sono a formular uma nova tabela de horas médias necessárias de sono de acordo com a faixa etária (leia quadro abaixo). Em média, houve acréscimo de uma hora. O tempo de sono mínimo para recém-nascidos, por exemplo, subiu de 14 para 17 horas por dia. Para adolescentes entre 14 e 17 anos, foram adicionados trinta minutos ao tempo ideal, agora estabelecido entre oito a dez horas.

É uma media longe de ser atingida entre esse público. Em pesquisa do Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente em parceria com o Instituto Sou+Jovem, 43% dos 1.830 adolescentes ouvidos disseram dormir de três a cinco horas por noite. Um dos vilões que fomentam esse descontrole é o uso de aparelhos eletrônicos na madrugada. Na tentativa de melhorar a qualidade do sono de João Gabriel, de onze anos, a empresária Laura Tidei, de São Paulo, resolveu vigiar o garoto até que ele durma. “Caso contrário ele fica mexendo no celular”, conta.

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.