– E aí, dona FPF? Algumas coisas merecem bom senso…

Inadmissível a FPF não se pronunciar sobre “os apagões do VAR”. Por instantes / segundos e até vários minutos, o sistema eletrônico do árbitro de vídeo sai do ar, e o jogo vai sendo apitado por momentos com uma regra, em outros, por outra. Em algumas partidas isso aconteceu no Paulistão 2023.

Inadmissível também a falta de bom senso: Edina Alves Batista está retomando a carreira depois do primeiro semestre 2022 muito ruim, por culpa técnica e problemas pessoais, que culminou numa desastrosa arbitragem em Santos x São Paulo (que custou-lhe um longo “descanso”). E justo agora, quando a moça se firma, a FPF a escala na Vila Belmiro, para Santos x Água Santa. Precisava?

Inadmissível, por fim, depois de não marcar um pênalti ao Santos FC no último lance da partida, virando as costas para o jogador e apitando o final da partida, escalar para São Paulo x Portuguesa o árbitro Salim Fende Chavez. Prêmio por erro cometido?

Com a palavra, os responsáveis para justificar tudo isso…

FPF diz não descartar entrar na Justiça pela continuação do Paulistão

Imagem: logo da FPF, extraído da Web.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.