– Cansou demais…

Normalmente, quando preciso espairecer, eu escrevo. É uma terapia, lembrando o “quando não cabe mais em mim, escreva”, sendo uma forma não-violenta de gritar, chorar, desabafar ou extravasar.

Esse domingo culminou em cansaço: não curto compromissos sociais e comerciais de Natal (a imposição de presentes e necessidade de certos ritos não-religiosos), tampouco o Reveillón (quanta gente gastando o que não tem, excedendo em bebida e abusando por aí), e se eu pudesse, “pulava do dia 20 de dezembro para o dia 02 ou 03 de janeiro”.

É meio depressivo sim, mas é muito comum em boa parte das pessoas. Quantos sofrem calados nessa época do ano? Quantos se remoem com o balanço das metas não-cumpridas, dos insucessos do ano que passou, das amarguras que sofreu e… ouve falar que 2023 será melhor? Tomara que seja mesmo, mas o sujeito não quer ficar na ladainha disso, estando chateado com seus problemas particulares.

Na Internet, você cansará de ver postagens como “Gratitude” pelo ótimo 2022! Mas quantas pessoas não desejaram que ele acabasse logo e nada postaram?

Enfim: a TV, as Redes Sociais e a Sociedade em geral saturam com essa temática. Eu tô cansado disso, quero uma rotina menos impositiva de sorrisos forçados em breve (sorrisos verdadeiros, podem, mas que não se obrigue a quem não quer sorrir, de fazer o mesmo). Aliás, cansa esperar, fazer sua parte, e ver muita coisa dar errado… e no final do ano, ouvir o “tudo bem”, ou pior: “ser cobrado”!

Comece logo, 2023, e vamos tentar entrar nos eixos, sendo mais amigo da gente mesmo e dando “menos bolas nas costas”…, afinal, 2022 foi ingrato, traiçoeiro e exigiu demais, sem nenhuma contrapartida em troca. E esclareço: não estou falando de “destino” (pois somos nós que o traçamos), mas de casualidades e rasteiras que a vida nos dá, e que muitas vezes não entendemos. E esse ano, fui de frustrações profissionais a enfermidades que me machucaram muito física e emocionalmente.

Ufa (mais leve) bola pra frente. Escrever é muito bom, pois alivia a alma.

Extraído do Facebook de: https://www.facebook.com/EuCansei/

– Clouds.

A impressionante beleza das nuvens no entardecer de hoje: 19 horas, e o sol (dando adeus um pouco mais tarde) iluminando o horizonte mesmo estando debaixo desta massa no céu!

Até amanhã, azul infinito.

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Mussaendas tão belas.

🌼 Flores do nosso convívio, para alegrar e embelezar nosso dia!

A Jardinagem é um ótimo passatempo: neste 1º de ano, mussaendas.

🌸 📸🌹#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#flor #flowers #flower #pétalas #garden #hobby #natureza #nature #flora #photography #fotografia

– Não consigo entender paixões políticas, de Direita ou de Esquerda.

Respeito todas as ideologias políticas e seus eleitores, mas não me obrigue a aplaudir demagogo populista, seja de direita ou de esquerda.

“Torcida”, como no futebol? Piorou!

A corrupção de Lula fez com que Bolsonaro se elegesse. A inabilidade de Bolsonaro trouxe Lula de volta.

Pobre país. De novo, não temos um Chefe de Estado honesto, competente e que traga credibilidade.

Imagem extraída da Web, autoria desconhecida. Quem souber, informar para crédito.

– O “meu Retão”.

Esse trecho da Avenida Reynaldo Porcari, no Medeiros, é um dos meus preferidos! O “Retão”, como é conhecido, foi onde comecei a correr.

O azul daqui é mais bonito…

📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#landscapes #fotografia #paisagem #natureza #Jundiaí

– Confraternização Universal e Dia da Rainha da Paz

O dia Primeiro de Janeiro é marcado por ser um dia de Confraternizações mundo afora, mesmo àqueles que não seguem o calendário cristão e, em tese, não é Ano Novo.

No tempo litúrgico, esse dia de festejos segue à festa católica da Virgem Maria, mãe de Jesus, sob a invocação de Nossa Senhora Rainha da Paz.

Paz. Simplesmente paz. É o que precisamos nesse ano que se inicia.

bomba.jpg

Imagem extraída da Web, autoria desconhecida.

– Premier League não para!

Rapaz… quantos jogos estão acontecendo na Premier League hoje, domingo, 1o de janeiro, não? Sem contar os de ontem…

É o “custo do sucesso”: jogadores bem remunerados, mas que abrem mão do descanso dos mortais comuns com suas famílias no Natal e no Reveillón…

Faz parte. Cada um sabe onde lhe doi o calo…

Premier League – Wikipédia, a enciclopédia livre

Foto retirada da Wikipedia.

– Pobres cachorros com tantos fogos…

Uma coisa que sempre me irritou foi: soltar fogos de artifício!

A tecnologia atual permite menos barulho, mas a “graça”, para muitos, é justamente o estrondo. Além de incomodar, maltrata os tímpanos sensíveis dos cachorros.

Nesta última virada de ano, cansou. Tivemos fogos por toda a parte, com morteiros sendo acessos quase a 1 hora da manhã.

Essa cachorrinha, por exemplo, surtou. E aqui um desabafo: “que pé no saco”…

Não precisamos de rojões para ser feliz no Reveillón, não é?

Imagem