– “É Assim”: ser servo, mas ser luz!

Não posso deixar de compartilhar a homilia do Frei Fernando, da Santa Missa que participei nesse final de semana. Ela me impulsiona a levá-la para outras pessoas.

Na celebração onde João Batista reconhece Jesus como o Cordeiro de Deus, somos convidados a nos questionar: quem é Jesus para nós?

E dessa perturbação, lembremo-nos: devemos ser servos de Deus, mas também luz!

Anotou?

Ser servos para Deus, e luz para o irmão! Luz para fazer o outro sorrir; luz para clarear a vida do próximo, seja com um gesto gentil ou um sorriso; luz, para mostrar que Cristo habita em nós!

E quando as pessoas não desejarem ajuda ou nos sentirmos sem saída para as angústias da vida?

Para essa questão, o frei disse:

“Quando eu estava na África, em missão, o paupérrimo povo usava a expressão ‘É assim’, e continuava a vida. O ‘É assim’ não quer dizer conformismo, mas disposição para enfrentar os desafios. E as pessoas de lá, com naturalidade, demonstravam alegria e enfrentavam suas dores. ‘É assim’!”.

Façamos da mesma forma: sejamos servos de Deus, luz do próximo, e diante das dificuldades, digamos: “É assim” e confiemos que Ele nos ajudará!

O batismo e os caminhos de conversão demonstram o legado de São João Batista  – Diocese de Santo André

Imagem extraída de: https://www.diocesesa.org.br/2018/06/26/o-batismo-e-os-caminhos-de-conversao-demonstram-o-legado-de-sao-joao-batista/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.