– As 9 questões do JJ ao Paulista FC.

O jornalista Ângelo Santi, do Jornal de Jundiaí, trouxe pertinentes questionamentos à diretoria do Paulista FC, diretamente ao presidente Rodrigo Alves, que ainda não as respondeu por falta de tempo, segundo ele.

Na edição de hoje do jornal, há 9 perguntas. A mim, não me parece que nenhuma delas é ofensiva. Aliás, todas são importantes para o torcedor entender um pouco mais da gestão do Galo.

Já escrevi muitas vezes em outras searas: clube se fechar à Imprensa é bobagem, tiro no pé e anti-marketing. Afinal, qual patrocinador quer expor uma marca em uma agremiação que não aparece por conta de se blindar contra jornalistas?
(Falamos disso aqui: https://professorrafaelporcari.com/2021/10/29/o-gol-contra-dos-clubes-cercear-os-jornalistas-e-brigar-com-a-imprensa/).

Que não seja birra de ninguém… nem dos veículos de comunicação (que fazem corretamente seu trabalho), nem do Rodrigo Alves (que representa o time profissional que tanto gostamos).

Para quem não teve a oportunidade de ler, abaixo (não custa nada responder e esclarecer, presidente)…

Um comentário sobre “– As 9 questões do JJ ao Paulista FC.

  1. Realmente fiquei também bastante decepcionado por levantarem a bandeira de transparência contra a outra gestão e incorrer no próprio erro nesta gestão. Isso é hipocrisia. E já comentei sobre este tema no Instagram do Clube, sem ética ter um empresário como treinador e ainda colocar atletas da empresa dele, a CBF nem permite isso, é lei.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.