– Chove, chuva.

Olhe só como o verde fica mais vívido com a chuva desta sexta-feira. Aqui na Serra do Japi, a natureza agradece por refrescar o clima e apagar possíveis focos de incêndio.

Chuva boa é assim: mansa e contínua.

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– E o debate sobre a obrigatoriedade da vacina (mesmo sem termos ainda a vacina)?

Imagine quando a vacina contra o Coronavírus estiver pronta, como o debate sobre obrigatoriedade ou não vai ser feroz!

Numa sociedade civilizada, não se obriga ninguém a tomar vacina (como João Dória queria, e refutou), mas se faz campanha conscientizadora (que pode até ser desnecessária devido ao grau de educação das pessoas).

Num país exemplar, não se debocha da origem de um remédio ou se critica a nacionalidade dele (como Bolsonaro fez e faz), mas incentiva a urgente vacinação de uma droga comprovada pelas autoridades.

Num mundo correto, a pandemia não é usada para capitalizar votos ou simpatizantes (como Lula faz em suas lives), criticando a todos como se fosse uma reserva moral.

Infelizmente, esse lugar não é o Brasil.

China deve liberar uso emergencial de vacina contra Covid testada em São  Paulo

– Métodos tradicionais ou modernos para estudar?

Uma discussão bacana: até onde os métodos tradicionais de estudo funcionam? Com o advento da tecnologia, estudar pode ser algo diferente. E nesta matéria, abaixo, uma reflexão: não estaríamos próximos do ensino oral, via computadores?

Interessante, extraído de Época Negócios, Caderno inteligência, pg 66-68, ed 32.

AFINAL, A DECOREBA FUNCIONA?

por Lelivaldo Marques Filho e Robson Viturino

Há muito os educadores discutem qual seria a melhor forma de aprender: a elaboração dos conceitos ou as técnicas de memorização? Em busca de uma resposta, a edição de janeiro da revista Science indica que, no futuro, é provável que a pedagogia empreenda algumas mudanças nos métodos de aprendizado. Segundo um estudo divulgado na publicação, estudantes estimulados a ler textos, resgatar e reconstruir o conhecimento em intervalos regulares obtêm melhores resultados do que os colegas que recorrem à criação de mapas conceituais – aqueles diagramas em que os “nós” representam conceitos e as conexões entre esses “nós” simbolizam a relação entre os conceitos.
Para confrontar as duas técnicas, os pesquisadores da americana Purdue University realizaram um experimento em que 200 alunos estudaram textos de diferentes disciplinas científicas. Na primeira prova, próxima das seções de estudo, não houve diferença significativa no resultado. No entanto, uma semana depois, quando se mediu o sucesso da retenção no médio prazo, o grupo que se valeu de técnicas de resgate regular da informação colheu resultados 50% melhores do que seus colegas. As avaliações incluíam tanto perguntas literais, cuja informação estava diretamente no texto, quanto questões que requeriam interpretação.

De acordo com os autores do estudo, Jeffrey D. Karpicke e Janell R. Blunt, atualmente há uma tendência entre pedagogos no sentido de encorajar práticas baseadas no “estudo elaborado” em detrimento da velha e boa releitura. Os maiores interessados no assunto estão no mesmo barco. Karpicke e Blunt dizem que os próprios estudantes, antes que vissem o que diz a pesquisa, avaliaram que a primeira técnica seria a mais eficiente para solidificar o aprendizado.

Para os pesquisadores, a prática de resgate das informações sugere uma nova visão de como a mente funciona. “O resgate não é apenas uma leitura do conhecimento estocado na mente – o ato em si de reconstrução do conhecimento aumenta o aprendizado. Esta perspectiva da dinâmica da mente humana pode pavimentar uma via para o desenho de novas atividades educacionais”, afirmaram, no artigo que ganhou as páginas da Science.

Máquinas acionadas pela voz e linguagem visual irão
aposentar a palavra escrita, afirmam cientistas

Estendendo o horizonte de discussão, alguns cientistas já estão estudando como seria o aprendizado em um mundo sem textos. O futurólogo William Crossman supõe que, em 2050, a palavra escrita vai ser uma tecnologia obsoleta e, acredite se quiser, cairá em desuso como forma de armazenar conhecimento. A interação com computadores que respondem a comandos de voz e o avanço da iconografia terão chegado a tal ponto que não se ensinará mais os alunos a ler e escrever, diz ele. Todo o conhecimento e as informações do dia a dia virão desses repositórios interativos e inteligentes de informação.

Em seu livro VIVO [Voice-In/Voice-Out]: The Coming Age of Talking Computers (algo como “A nova era dos computadores que falam”), Crossman chega a descrever com detalhes como seria um dia normal na vida de uma família embebida dessa cultura oral. Desde o despertar até o final do dia, as atividades de uma mãe e seus dois filhos em idade escolar são realizadas sem nenhum contato com informação escrita.

É uma alegoria do futuro, como várias que vimos no passado. Algumas se configuram e outras não. Mas vale a pergunta: será mesmo possível aprender com profundidade sem o distanciamento e a introspecção que a leitura exige? Ou essa questão é apenas fruto de nossa tendência de nos apegar ao que já conhecemos?

bomba.jpg

– Tente pensar como se fosse Jesus!

Ser cristão é ser “imitador de Cristo”. Sendo assim, nosso agir deve ser como era o de Jesus, ou seja, perfeito em santidade (que é algo difícil para nossa natureza humana).

E quando nos depararmos com obstáculos e/ou decisões a serem tomadas?

Na dúvida, pense: o que Jesus faria em determinada situação? Como ele agiria no seu lugar? Reveja os exemplos e ensinamentos dEle nos Evangelhos. Não é tão difícil entender sua proposta de amor.

Por que devemos crer na ressurreição? - Santuário do Pai das Misericórdias

– Como aparecer na Capa do Jornal segundo Dadá Maravilha

Dadá Maravilha, folclórico centroavante do futebol brasileiro, costuma dizer que só 3 coisas paravam no ar: “beija-Flor, helicóptero e Dadá“.

E uma das suas preferidas tiradas era sobre como ser Capa de Jornal na Capital Paulista:

Em São Paulo, há dois modos de ser capa da Folha ou do Estadão: um é assaltar um banco sozinho, e isso é difícil. Outro é fazer 3 gols no Corinthians, e daí é mais fácil. Então eu ía pro jogo e fazia 3 gols no Coringão e virava capa.

Hoje, isso seria politicamente incorreto, devido a chatice do excesso de patrulhamento. Mas que as tiradas de jogadores das antigas eram engraçadas, não tenha dúvida!

Resultado de imagem para dadá maravilha

– Oleaginosas do bem!

Nozes, Pistaches e Castanhas, cientificamente comprovados, fazem bem para o coração, auxiliam na respiração e previnem o câncer.

Eba! Só faltou acrescentar explicitamente na lista o amendoim para minha satisfação… mas ele é citado abaixo também!

Extraído de: http://blogs.estadao.com.br/pilulas/quem-come-castanhas-todo-dia-vive-mais/

QUEM COME TODO DIA VIVE MAIS

Quem come nozes, castanhas, pistache ou outras sementes oleaginosas todos os dias tende a viver mais, segundo um estudo que durou 30 anos e foi conduzido pela prestigiada Universidade Harvard, nos Estados Unidos. Os pesquisadores descobriram que esse hábito reduz o risco de morte por câncer, doenças cardíacas e males respiratórios.

O estudo, divulgado nesta quinta-feira, dia 21 de novembro, por uma das publicações científicas mais respeitadas do mundo, o The New England Journal of Medicine, foi baseado na análise de dados de 120 mil pessoas. O risco de morrer durante o estudo para pessoas que consumiam uma porção de oleaginosas diariamente foi 20% menor na comparação com voluntários que nunca ingeriam esse tipo de alimento.

A porção de oleaginosas descrita no estudo corresponde a 29 gramas. Não foi possível determinar, contudo, quais são as variedades de castanhas mais benéficas à saúde. Os resultados foram similares entre os consumidores de amendoim, castanha de caju, castanha do Pará, macadâmia, pistache, noz comum e noz pecã.

DOENÇAS DO CORAÇÃO

Para investigar os hábitos alimentares dos voluntários, os pesquisadores aplicaram questionários regulares, com intervalos de dois a quatro anos. “O benefício mais óbvio foi a redução em 29% de mortes decorrentes de doenças do coração”, diz o médico Charles Fuchs, um dos autores do trabalho. “Mas também observamos uma redução significativa, de 11%, nas mortes por câncer”, completou.

Os pesquisadores argumentam que as oleaginosas auxiliam na redução dos níveis do colesterol “ruim” (o LDL), inflamações e resistência à insulina. Essas frutas, embora calóricas, são consideradas boas fontes de gordura. “As nozes contêm gorduras saudáveis e são ricas em proteínas e fibras, o que retarda a absorção dos alimentos e diminui o apetite”, declarou o coordenador da pesquisa, Frank Hu, que é professor de Nutrição e Epidemiologia em Harvard.

No trabalho, os cientistas perceberam que as pessoas que comiam as oleaginosas com frequência tinham, naturalmente, um estilo de vida mais saudável. Eram mais magras, menos propensas a fumar e a beber, consomiam mais frutas e verduras e praticavam mais exercícios. Essas características, sozinhas, já contribuem para a redução de doenças e para uma maior longevidade. Mas, segundo os pesquisadores, esse perfil foi levado em consideração na pesquisa e é “improvável” que o estilo de vida tenha impacto suficiente para alterar as conclusões obtidas com o trabalho.

* A pesquisa foi financiada pelo National Institutes of Health e pelo International Tree Nut Council Nutrition Research & Education Foundation, instituições norte-americanas. Apesar do conflito de interesses, a literatura científica traz alguns estudos anteriores, porém menores, que já relacionavam o consumo frequente de oleaginosas à diminuição do risco de doenças do coração, diabete e câncer.

castanhascoracao1.jpg

– Black and White:

🇺🇸 Very beautiful flowers to brighten our day. Live nature and its beauty. Did you like the delicate petals? Even in black and white they are beautiful.

🇧🇷 Flores muito bonitas para alegrar nosso dia. Viva a natureza e sua beleza. Gostaram das pétalas delicadas? Até em preto e branco são bonitas.

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– A beleza de uma manhã bucólica.

Aqui, o bonito amanhecer em meio às nuvens. Veja o pinheiro verde destoando do horizonte escuro, tentando vencer o céu cinzento do novo dia que nasceu.

Contemplar o infinito ou admirar detalhes tão simples nos faz mais serenos e românticos. Afinal, uma amenidade como essa faz o dia ser mais leve. E outra: eu curto fotografia e paisagem!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– Acordando a 6a feira.

👊🏻 Bom dia, com vento e chuva leve. Mesmo assim, um bom #cooper se faz necessário para gastar a #adrenalina em acúmulo no corpo e evitar o #cortisol elevado.
Vamos correr a fim de produzir e curtir a tão necessária #endorfina?
🏃🏻👟 #Fui #RunningForHealth #run #training #corrida #sport #esporte #running #adidas #puma #asics
Clique 1:

🙏🏻 Correndo e Meditando:
Ó #NossaSenhoraDaEsperança, rogai por nós que recorremos a vós. #Amém.”
⛪😇 #Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #MãeDeDeus #Maria #NossaSenhora #Esperança #PorUmMundoDePaz #Peace #Tolerância #Fraternidade
Clique 2:

🌺 Fim de #cooper!
Suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza da #natureza. Hoje, junto às inspiradoras #roseiras.
🏁 🙆‍♂️ #corrida #treino #flor #flower #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #flores #garden #flora #run #running #esporte #alongamento
Clique 3:

🌅 05h35 – Desperte, #Jundiaí.
Que a #SextaFeira (mesmo #nublada) possa valer a pena!
🍃🙌🏻 #sol #sun #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia
Clique 4:

Ótima jornada para todos!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby