– Até mais, domingão!

A tarde acabou e a noite chegou. Olhe aí a beleza do final do dia no clique abaixo (das 18h40):

Cansei por hoje. Até amanhã!

Imagem

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby

– O Coronavírus resistiria até 28 dias em alguns ambientes?

Essa informação vem da BBC: se presente no dinheiro ou em telas de celular, o vírus que transmite a Covid_19 poderia durar, segundo um estudo, quase 1 mês!

Será?

Em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-54503398?at_custom4=3A15CB1A-0BFF-11EB-93DA-91274D484DA4&at_custom1=%5Bpost+type%5D&at_campaign=64&at_medium=custom7&at_custom2=twitter&at_custom3=BBC+Brasil

COVID-19: CORONAVÍRUS PODE “SOBREVIVER POR 28 DIAS” EM CELULAR E DINHEIRO

O vírus responsável pela covid-19 pode permanecer infeccioso em superfícies como notas de dinheiro, telas de celulares e aço inoxidável por até 28 dias, dizem pesquisadores.

A descoberta da agência científica nacional da Austrália sugerem que o SARS-Cov-2 pode sobreviver em superfícies por muito mais tempo do que se pensava.

No entanto, alguns especialistas duvidam da real ameaça representada pela transmissão por superfícies.

O vírus é mais comumente transmitido quando as pessoas tossem, espirram ou falam.

Estudos anteriores feitos em laboratórios descobriram que o SARS-Cov-2 poderia sobreviver de dois a três dias em cédulas e vidro, e até seis dias em superfícies de plástico e aço inoxidável, embora os resultados variem.

A última pesquisa da agência australiana CSIRO revelou que o vírus era “extremamente robusto”, sobrevivendo por 28 dias em superfícies lisas, como vidro usado para fabricar telas de telefones celulares, além de notas de papel e plástico, quando mantidos a 20° C — considerada temperatura ambiente.

Em comparação, o vírus da gripe pode sobreviver nas mesmas circunstâncias por 17 dias.

Os experimentos foram realizados no escuro, já que a luz ultravioleta já demonstrou matar o vírus.

“Estabelecer por quanto tempo o vírus realmente permanece nas superfícies nos permite prever e mitigar sua disseminação com mais precisão, e fazer um trabalho melhor de proteger o nosso povo”, disse o presidente-executivo da CSIRO, Larry Marshall.

No entanto, o professor Ron Eccles, ex-diretor do Common Cold Centre, da Cardiff University, criticou o estudo e disse que a sugestão de que o vírus poderia sobreviver por 28 dias estava causando um “medo desnecessário nas pessoas”.

“Os vírus se espalham nas superfícies a partir do muco de tosses, espirros e dedos sujos. E este estudo não usou muco humano fresco como veículo para espalhar o vírus”, disse o professor Eccles.

Mães limpando a tela do smartphone

Resultados destacam a necessidade de não apenas lavar as mãos, mas também limpar as telas sensíveis ao toque regularmente (GETTY IMAGENS)

– O segundo pênalti de Santos x Grêmio poderia ter sido marcado por um detalhe pouco conhecido da Regra do Jogo.

No Santos x Grêmio, um detalhe interessante da Regra do Jogo. Vamos lá:

Marinho (SFC) vai disputar uma bola com David Braz (GFPA), que ergue a perna no momento em que o santista perde o domínio dela. Entretanto, o atacante pula para não ser atingido e exagera na encenação, parecendo que tinha sido atropelado.

Num primeiro momento, achei que ele se jogou. No segundo momento, percebe-se que ele foi tocado e o árbitro Bráulio da Silva Machado, após consultar o VAR, marca pênalti corretamente.

Qual o detalhe interessante da jogada?

Mesmo se ele não tivesse sido tocado, ele TEM O DIREITO de pular para não ser atingido – e o árbitro deve considerar infração. O jogador que vai se lesionar não precisa deixar o corpo ser machucado, pois a Regra do Jogo permite a punição ao adversário pelo “dar ou tentar atingir”.

Santos x Grêmio: horário, como assistir e tudo sobre a partida da 15ª  rodada do Brasileirão | GZH

– Os Tipos de Comentaristas na Internet

Existe muita gente bacana comentando posts na Internet, não? Há os chatos, há os fanáticos e os malucos também.

Abaixo, uma classificação bem verdadeira:

(Extraído da Superinteressante, Ed Outubro/2014, pg 89).

COMO IDENTIFICAR OS BICHOS DIGITAIS

– Povo da Zoeira:

Posta conteúdos engraçados em discussões alheias, muitas vezes mudando o rumo da conversa para coisas anárquicas.

– Extremista Político:

De direita ou de esquerda, uns defendem o nazismo ou chamam de nazista quem discorda deles. Radicais.

– Sabichão:

Sommelier de qualquer coisa, tem opinião formada sobre tudo. Gosta de insultar a suposta ignorância ao seu redor.

– Ista:

Sonistas (fãs da Sony) e nintendistas (da Nintendo). Defendem suas marcas de games como torcidas organizadas. Ocorre também com Apple x Google x Windows.

– Conspirador:

Culpa tudo na conta do Governo. Ou duvida de tudo o que a grande mídia diz.

– Monossilábico:

Limita a participação como “legal” ou somente “lixo”.

– Troll de raiz:

Usa o anonimato para assediar outros usuários, sutil ou agressivamente.

– Fofo:

Traz sempre novas informações as discussões e responde pacientemente a todos.

– Confuso:

Xinga, mas é difícil dizer o quê e por quê. Dispara um repertório de clichês e preconceitos, mas não dá para entender o que defende.

E aí, que tipo de comentarista você é na Internet?

bomba.jpg

– Sobre Felicidade e Fatores que a Fomentam!

Leio na Revista Saúde (reportagem de Théo Ruorecht intitulada: “Mas o que é Mesmo Felicidade?”), uma pesquisa de 1938 refeita recentemente. Na Inglaterra, em Bolton, a Universidade local pediu para que os moradores fizessem uma lista sobre os fatores mais importantes para a felicidade. Naquela oportunidade, foram:

1- Estabilidade Financeira

2- Conhecimento

3- Religião

4- Bom Humor

5- Igualdade Social

6- Beleza

7- Resolução de Problemas

8- Entretenimento

9- Boa Liderança

10- Participação Política

E não é que há 2 anos, pela mesma universidade na mesma cidade, houve significativa importância na mudança dos pilares que sustentam o conceito de “ser feliz”?

Foram classificados:

1- Bom Humor

2- Estabilidade Financeira

3- Entretenimento

4- Conhecimento

5- Igualdade Social

6- Beleza

7- Resolução de Problemas

8- Boa Liderança

9- Participação Política

10 – Religião

E no seu universo particular? Em qual ordem os 10 parâmetros são importantes para a SUA felicidade? Em ordem alfabética:

  • Beleza
  • Boa Liderança
  • Bom Humor
  • Conhecimento
  • Estabilidade Financeira
  • Entretenimento
  • Igualdade Social
  • Participação Política
  • Religião
  • Resolução de Problemas

Se quiser, vote no mais importante à você na enquete abaixo:

bomba.jpg

– Carlos Acutis, o beato blogueiro do tênis e da calça jeans!

Um futuro santo jovem, antenado com a vida moderna, liberto das amarras do mundo e com desejo de evangelizar em todos os lugares: esse é o agora beato Carlos Acutis, considerado o Padroeiro da Internet e de uma história de luta valorosa, apesar da pouca idade.

Sabe o que me impressiona particularmente? Talvez seja a primeira vez que o PAI e a MÃE de um beato estivessem presentes (como estavam) na cerimônia. Não é inusitado pensar nisso?

Extraído de: https://jovempan.com.br/noticias/mundo/igreja-beatifica-jovem-considerado-o-padroeiro-da-internet.html

IGREJA BEATIFICA CARLOS ACUTIS

Em 2010, Vaticano reconheceu um milagre atribuído a Carlos Acutis no Brasil

A Igreja Católica beatificou neste sábado, 10, o jovem Carlos Acutis, considerado como o “padroeiro da internet”, em cerimônia realizada na Basílica de São Francisco, na cidade de Assis, na Itália. Em 2010, o Vaticano reconheceu um milagre atribuído ao jovem no Brasil. Na época, uma criança com problemas graves de saúde foi curada após o avô ter tocado as roupas de Carlos, que estavam expostas em uma paróquia de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

A cerimônia contou com a presença dos pais e dos dois irmãos do novo beato, e foi transmitida em telões para evitar o aglomeração de pessoas. O evento foi conduzido pelo cardeal-vigário do Papa para a Diocese de Roma, Agostino Vallini, que leu a carta do papa Francisco com a fórmula de beatificação. “Concedemos que o Venerável Servo de Deus Carlo Acutis, leigo, que, com o entusiasmo da juventude, cultivou amizade com o Senhor Jesus, colocando a Eucaristia e o testemunho da caridade no centro da própria vida, a partir de agora seja chamado Beato e que seja celebrado todos os anos nos locais e de acordo com as regras estabelecidas pelo direito, em 12 de outubro, dia de seu nascimento ao céu.”

Leia também

Acutis em morreu em 12 de outubro de 2006, após lutar contra uma leucemia. Ele, que era católico e documentava a religiosidade através de um blog, o que lhe rendeu a alcunha de “padroeiro da internet”. Antes de morrer, Carlos Acutis desejou que seus sofrimentos fossem oferecidos a Deus, ao papa Bento XVI e à Igreja. Seu testemunho comoveu toda a Itália, onde ele se tornou modelo de santidade. As fotos divulgadas pela Igreja Católica no início de outubro mostram o corpo do jovem intacto, vestindo roupas esportivas e jeans. De acordo com o Vaticano, os membros se encontram em bom estado de conservação, apesar de ter passado por um processo de “recomposição” não especificado pela Igreja.

– Um Galo que maltrata seus amigos, torcedores e admiradores…

Sou jundiaiense e aprendi a gostar do Paulista FC, o Tricolor da Terra da Uva, ou, se preferir, Galo da Serra do Japi.

Meu pai, alguns parentes e amigos compraram as cadeiras cativas na década de 80, as quais mantemos até hoje (pagas em dia) no Estádio Jayme Cintra. Ía no campo desde pequeno. Durante toda a minha carreira de árbitro de futebol (e foram 16 anos), quando escalado em jogos do Paulista, sempre consegui separar perfeitamente a questão da torcida / paixão e profissionalismo. Idem quando comento jogos do Galo nas diversas mídias, até porquê amigos da FPF muitas vezes confrontam possíveis relatórios duvidosos de alguns observadores com a reconhecida idoneidade de nosso trabalho.

Ser isento no comentário ou na atitude não quer dizer “não gostar do time”, é simplesmente saber ser honesto.

Vi as parceiras (algumas de sucesso e outras de fracasso) que o Paulista conseguiu fazer: Magnata, Lousano, Parmalat, Campus Pelé e Kah Sports / Fut Talentos. Vi golpes nos quais caiu (lembram do português do grupo monegasco?). Vi acessos empolgantes para a elite regional. Vi o inimaginável acesso para a Série A do Brasileirão “bater na trave” e quase se tornar realidade. Vi conquistas do Galo quando comandado por jundiaienses da gema com forças locais no clube, e derrotas também.

Do auge de 3 anos: do Vice-Campeonato Paulista de 2004, passando pela conquista da Copa do Brasil 2005 e disputa da Libertadores da América de 2006, vieram posteriormente rebaixamentos seguidos, vexatórios, calamitosos, com leilão do estádio à beira de ocorrer e processos trabalhistas aos montes.

De tudo isso, me assusta quando vejo o time cair para a última divisão estadual uma 2a vez. Entristece-me observar o clube envolvido nas páginas policias por suspensão a fim de investigar manipulação de resultados. E traz à reflexão: neste momento em que o futebol deixa de ser um lazer popular como outrora (é fato) e os gastos para as equipes sobreviverem são enormes, clubes tradicionais como o Paulista de Jundiaí, nesta toada, sobreviverão até quando?

O temor da conta não fechar e não ser mais viável vê-lo como equipe profissional em atividade é real. Triste.

Sobre toda a crise, um link em: https://globoesporte.globo.com/google/amp/sp/tem-esporte/futebol/times/paulista/noticia/campeao-da-copa-do-brasil-de-2005-paulista-e-rebaixado-para-4a-e-ultima-divisao-de-sp.ghtml

Há 15 anos, Paulista de Jundiaí conquistava a Copa do Brasil sobre o  Fluminense | paulista | ge

– Fugindo da Arrogância nas Empresas e na Vida

Admiro pessoas inteligentes. Dentro da minha pobreza intelectual, tento aprender algo delas, absorver conhecimentos, saber algo sobre o que sei ou sobre o que não sei.

Numa dessas admirações literárias, deparei-me com o excepcional artigo do consultor em Administração, Stephen Kanitz. Ele disserta sobre “ignorância e arrogância”.

Vale a leitura, o texto está abaixo e é extraído da Revista Veja, edição 2036, página 22

COMO COMBATER A ARROGÂNCIA

Muitos leitores perguntaram ao longo deste mês qual era a minha agenda oculta. Meus textos são normalmente transparentes, sou pró-família, pró-futura geração, pró-eficiência, pró-solidariedade humana e responsabilidade social. Mas, como todo escritor, tenho também uma agenda mais ou menos oculta. Sempre que posso dou uma alfinetada nas pessoas e nos profissionais arrogantes e prepotentes. É a reclamação mais freqüente de quem já discutiu com esses tecnocratas. Uma vez no governo, parece que ninguém mais ouve. Eles confundem ser donos do poder com ser donos da verdade. Fora do governo, continuam não ouvindo e, quando escrevem em revistas e jornais, é sempre o mesmo artigo: “Juro que eu nunca errei”. Toda nossa educação “superior” é voltada para falar coisas “certas”. Você só entra na faculdade se tiver as respostas “certas”. Você só passa de ano se estiver “certo”.

Aqueles com mestrado e Ph.D. acham equivocadamente que foram ungidos pela certeza infalível. Nosso sistema de ensino valoriza mais a certeza do que a dúvida. Valoriza mais os arrogantes do que os cientificamente humildes. É fácil identificar essas pessoas, elas jamais colocam seus e-mails ou endereços nos artigos e livros que escrevem. Para quê, se vocês, leitores, nada têm a contribuir? Elas nunca leram Karl Popper a mostrar que não existem verdades absolutas, somente hipóteses ainda não refutadas por alguém. Pessoalmente, não leio artigos de quem omite seu endereço ou e-mail. É perda de tempo. Se elas não ouvem ninguém, por que eu deveria ouvi-las ou lê-las? Todos nós deveríamos solenemente ignorá-las, até elas se tornarem mais humildes e menos arrogantes. Como não divulgam seus e-mails, ninguém contesta a prepotência de certas coisas que escrevem, o que aumenta ainda mais a arrogância dessas pessoas.

O ensino inglês e o americano privilegiam o feedback, termo que ainda não criamos em nossa língua – a obrigação de reagir à arrogância e à prepotência dos outros. Alguém precisa traduzir bullshit, que é dito na lata, sempre que alguém fala uma grande asneira. Recentemente, cinco famosos economistas brasileiros escreveram artigos diferentes, repetindo uma insolente frase de Keynes, afirmando que todos os empresários são “imbuídos de espírito animal”. Se esse insulto fosse usado para caracterizar mulheres, todos estariam hoje execrados ou banidos. “A proverbial arrogância de Larry Summers”, escreveu na semana passada Claudio de Moura e Castro, “lhe custou a presidência de Harvard.” Lá, os arrogantes são banidos, mas aqui ninguém nem sequer os contesta. Especialmente quando atacam o inimigo público número 1 deste país, o empreendedor e o pequeno empresário.

Minha mãe era inglesa, e dela aprendi a sempre dizer o que penso das pessoas com quem convivo, o que me causa enormes problemas sociais. Quantas vezes já fui repreendido por falar o que penso delas? “Não se faz isso no Brasil, você magoa as pessoas.” Existe uma cordialidade brasileira que supõe que preferimos nunca ser corrigidos de nossa ignorância por amigos e parentes, e continuar ignorantes para sempre. Constantemente recebo e-mails elogiando minha “coragem”, quando, para mim, dizer a verdade era uma obrigação de cidadania, um ato de amor, e não de discórdia.

O que me convenceu a mudar e até a mentir polidamente foi uma frase que espelha bem nossa cultura: “Você prefere ter sempre a razão ou prefere ter sempre amigos?”. Nem passa pela nossa cabeça que é possível criar uma sociedade em que se possa ter ambos. Meu único consolo é que os arrogantes e prepotentes deste país, pelo jeito, não têm amigos. Amigos que tenham a coragem de dizer a verdade, em vez dos puxa-sacos e acólitos que os rodeiam. Para melhorar este país, precisamos de pessoas que usem sua privilegiada inteligência para ouvir aqueles que as cercam, e não para enunciar as teorias que aprenderam na Sorbonne, Harvard ou Yale. Se você conhece um arrogante e prepotente, volte a ser seu amigo. Diga simplesmente o que você pensa, sem medo da inevitável retaliação. Um dia ele vai lhe agradecer.

url.jpg

– Santos e Robinho: tudo poderia ser evitável…

A repercussão da contratação de Robinho por parte do Santos repercutiu muito mal nas redes sociais. Condenado por estupro na Itália, o brasileiro não pode entrar no país pois poderá ser preso.

Mulheres santistas bombardearam o clube pela contratação. Homens se dividiram: alguns pedindo para separar a instituição do problema pessoal do profissional; outros, criticando por conta da relação jogador/pessoa ser dissociável.

Seu sou cartola santista, nunca teria feito o negócio:

  • Para evitar a polêmica;
  • Por respeito às torcedoras do clube; e,
  • Porque faz tempo que Robinho não joga nada!

Escondido na Turquia, pouco fez por lá. O jogador Robinho de 20 anos era sensacional dentro de campo. O atual, penso não ser mais produtivo o suficiente.

Santos: Companheiro de Robinho diz que jogador quer seguir na Turquia

– Bom e belo domingo.

👊🏻 Bom dia!
Do forte #calor da semana ao forte #vento do final dela… afinal, é estação quente ou gelada?
Não importa: apesar de lá fora estar frio, vale a pena sair para o #cooper. Quem vem junto?
Fui!
🏃🏻👟 #RunningForHealth #run #training #corrida #sport #esporte #running
Clique 1:

🙏🏻 Correndo e Meditando:
Ó #NossaSenhoraRainhaDaPaz, rogai por nós que recorremos a vós. #Amém.”
⛪😇 #Fé #Santidade #Catolicismo #Jesus #Cristo #MãeDeDeus #Maria #NossaSenhora #PorUmMundoDePaz #Peace #Tolerância #Fraternidade
Clique 2:

🌺 06h00 – Fim de #cooper!
Suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza da #natureza. Hoje, com essas lindas #roseiras.
🏁 🙆‍♂️ #corrida #treino #flor #flower #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #flores #garden #flora #run #running #esporte #alongamento
Clique 3:

🌅 Desperte, #Jundiaí, com o inspirador #amanhecer colorido que tivemos há pouco!
Que o #domingo possa valer a pena!
🍃🙌🏻 #sol #sun #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #mobgraphy #mobgrafia
Clique 4:

Ótima jornada para todos!

#FOTOGRAFIAéNOSSOhobby