– Não insista em permanecer onde o sofrimento te maltrata.

Não insista com a infelicidade!

Mudar de lugar / acomodação / situação se faz necessário. Precisamos de saúde emocional, e para isso, retirar-se do lugar nocivo é importante.

Gostei da mensagem abaixo:

Imagem extraída de: https://psicanalise682.wordpress.com/2018/12/14/

– Os Viciados por Telefone Celular: a dependência pode ser a mesma de Narcóticos?

Uma das matérias que mais chamou a atenção na Revista Veja de dias atrás foi a respeito das consequências dos dependentes de Celular.

Sabia que os sintomas da nomofobia são gravíssimos?

Compartilho, extraído de: https://veja.abril.com.br/revista-veja/viciados-em-telas/

VICIADOS POR TELA

Cientistas atestam que a dependência de smartphones afeta a química do cérebro, levando ao desenvolvimento de transtornos como déficit de atenção

Por André Lopes

Se você não estiver lendo esta reportagem no celular, uma pergunta: onde está ele agora? A questão fez com que o procurasse? Se respondeu “sim”, é provável que, nos próximos minutos, você não consiga se concentrar neste texto. Quando o aparelho fica fora de alcance, um sentimento de ansiedade costuma tomar conta do usuário, bastando porém tê-­lo em mãos para o alívio ressurgir. Se isso é comum no seu dia a dia, deve-se acender o sinal amarelo. De acordo com um estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Seul, na Coreia do Sul, divulgado no último dia 30, a dependência de smartphones já pode ser, sim, chamada de vício. Isso porque seu uso excessivo produz alterações químicas no cérebro, com reações e síndrome de abstinência em moldes semelhantes ao que acontece com dependentes de drogas.

No trabalho sul-coreano, os cientistas usaram um tipo particular de ressonância magnética que analisa a composição química do cérebro para observar hábitos de dezenove adolescentes clinicamente diagnosticados como viciados em celular. Depois, compararam os resultados com os de grupos de jovens que usam o dispositivo mas não eram tidos como dependentes. No estudo também se levou em conta quanto o convívio com a tecnologia afetava o contato com familiares, a produtividade e a forma de lidar com emoções. Num resultado previsível, os adictos apresentaram maiores níveis de depressão, ansiedade, insônia e impulsividade. Mas novidade maior, mesmo, foi a descoberta de como a nomofobia — eis o termo que descreve a dependência de smartphones — afeta a química cerebral.

Os jovens dependentes apresentaram oscilações na presença dos ácidos gama-aminobutírico, glutamato e glutamina, todos ligados a dois neurotransmissores responsáveis pelo funcionamento da atividade cerebral. Quanto maior o nível de alteração deles, mais grave era o quadro de dependência. Pode-se ter uma sólida dimensão do problema quando se considera que, em países desenvolvidos, 92% dos adolescentes acessam a internet todos os dias, em geral por meio de telefones móveis. Um típico usuário costuma tocar mais de 2 600 vezes na tela do celular por dia.

Esse dispositivo pode dominar a atenção de jovens e crianças mesmo diante das maiores maravilhas do mundo real — a exemplo de obr­as-primas como A Ronda Noturna, que o holandês Rembrandt (1606-1669) pintou em homenagem aos civis que fiscalizavam as ruas de Amsterdã. Entre 2015 e 2016, viralizou na internet um meme no qual um grupo de estudantes virou as costas para o quadro clássico e ficou fascinado com outra tela — a do próprio celular. Depois que a imagem se espalhou, descobriu-se que o grupo, na verdade, realizava pesquisas ligadas a um trabalho escolar. Mas a cena acabou ficando como o emblema de uma realidade: a capacidade quase infinita dos smartphones de atrair a atenção juvenil mesmo quando os adolescentes estão diante de outras maravilhas do engenho humano.

O uso constante do aparelho prejudica especialmente os jovens, membros de uma geração que nasceu conectada, cuja mente e hábitos ainda estão em formação — podendo influir nos processos de aprendizagem. Adolescentes que usam o aparelho em excesso apresentam tendências maiores a desenvolver déficit de atenção, fobia social, depressão e compulsão para acessar redes sociais. No ano passado, pesquisadores da Universidade de Kaohsiung, em Taiwan, publicaram um trabalho no qual relacionaram a dependência com transtornos mentais. Pela análise do comportamento de 2 300 adolescentes, concluiu-se que 10% deles possuíam algum tipo de alteração cognitiva ligada à nomofobia.

Estudos como esse procuram confirmar uma suspeita deste século: será que a ascensão das redes sociais e dos smartphones tem relação direta com o aumento dos casos de depressão e ansiedade entre jovens? Ao longo da última década, o número de crianças e adolescentes americanos internados em hospitais por suspeita de quadros depressivos mais do que dobrou. Em paralelo, a taxa de suicídio entre os indivíduos da mesma geração também cresceu com igual intensidade. Suspeita-se que o isolamento proporcionado pelas novas tecnologias tenha influência no aumento dos índices. Nos Estados Unidos, o tempo médio que os jovens dedicam diariamente ao celular passou de uma hora e meia, em 2012, para duas horas e meia, no ano passado. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, órgão ligado à ONU, considera que a Inglaterra apresenta o cenário mais grave: um em cada três adolescentes já pode ser considerado viciado por ficar on-line mais de seis horas diariamente.

Como saber se um filho ultrapassou os limites? Uma das diferenças entre o uso saudável e a dependência está no nível de inquietação quando o dispositivo não está por perto. “Para os viciados, as manifestações emocionais decorrentes de não poder acessar o aparelho, como quando acaba a bateria, são semelhantes às apresentadas durante casos de abstinência de drogas como álcool. O indivíduo costuma exibir alterações como sudorese, ansiedade, irritabilidade e comportamento agressivo”, explica a psicóloga Sylvia van Enck, pesquisadora do Grupo de Dependências Tecnológicas da Universidade de São Paulo.

Um caso extremo, e hoje referência para estudos, ocorreu em 2012. O inglês Danny Bowman, então com 16 anos, tentou se matar, segundo ele próprio, por não ter conseguido tirar uma “selfie perfeita”. O rapaz dedicava, à época, dez horas de seu dia em busca das melhores fotos de seu rosto. Durante esse período, ele abandonou a escola, perdeu peso e desfez amizades. A cura só veio com a abstinência forçada: Bowman passou por um duro tratamento que consistia em de­ixá-lo longe do smartphone.

No Brasil, existem clínicas, como o Instituto Delete, no Rio de Janeiro, que promovem esse tipo de tratamento. A iniciativa segue os passos de países como Estados Unidos, Inglaterra, Japão e China, as principais referências nesse campo de trabalho e onde a nomofobia é tratada como um problema de saúde pública. Na Califórnia, as clínicas especializadas no tratamento contra a nomofobia são cada vez mais populares. No Japão, o Ministério da Educação lançou um projeto nas escolas para oferecer psicoterapia a jovens que se sentem dependentes do celular. Um aviso, contudo, deve ser feito para todas as idades: é difícil ter noção, sozinho, de quando se está dependente dessas novas tecnologias. Os especialistas indicam uma forma de acender o alerta: note se o uso demasiado do smartphone está interferindo em sua produtividade no trabalho ou no tempo dedicado à família e aos amigos. Se isso estiver acontecendo, é um sinal de que, talvez, as coisas não estejam indo de modo satisfatório. Como em tudo na vida, também para o celular vale o conselho de ouro: use com moderação.

Rembrandt? – Estudantes parecem preferir a tecnologia à clássica pintura Gijsbert van der Wal/Reprodução, extraída de: https://veja.abril.com.br/revista-veja/viciados-em-telas/

– Não ao Aborto. Sim à Vida!

Há 1 ano, mas bem atual o assunto:

Eu sou totalmente contra o Aborto! Defendo a vida, e conheço pessoas famosas e anônimas que, se tudo fosse legalizado, não teriam nascido.

Guga Noblat, jornalista, escreveu em seu twitter:

“Legalizar o aborto é o futuro de todo país civilizado. Demoraremos mais ou menos para chegar lá. Ao gosto do populismo político.”

Na sequência, li o Padre Joãozinho, SCJ, criticando tal pensamento, falando que:

“O aborto é apenas mais um sinal de atraso civilizacional. Culturas desenvolvidas defendem a vida do início ao seu ocaso natural”.

Não poderia se esperar outra coisa de quem defende o Direito do Nascituro! Correta a atitude do sacerdote. Mas… a resposta de Guga foi pior que a sua primeira postagem:

“Defender o aborto é defender a vida, não venha com demagogia por favor. Vê-se que o sr está alinhado com o pensamento de regimes autoritários, tipo Afeganistão, Somália, Líbia e Sudão. Toma aí o mapa do aborto e procura país mais atrasado que os que pensam como o sr.”.

Defender o aborto é defender a vida? Aí não dá…

Imagem extraída de: https://pt.wikipedia.org/wiki/Nascituro

– Análise da Arbitragem de Brasil 4×1 Coreia do Sul. Como foi o juizão?

Uma arbitragem tranquilíssima do francês Clément Turpin no 974 Stadium. Em determinado momento, estando 4×0, pensei: “E o cara ainda está recebendo para apitar? Foi um privilegiado expectador de luxo”.

Brincadeiras à parte, o jogo não exigiu, e o juizão fez a parte dele. Posicionou-se bem, apitou atentamente, e aplicou corretamente o único amarelo do jogo a Jung (5 – COR).

Foram 21 faltas (8 cometidas pelo Brasil, 13 pela Coreia). Neymar sofreu apenas 2 faltas, e como previsto, os coreanos não foram violentos e não caçaram ninguém, pela educação esportiva que têm.

O VAR?

Ninguém quase lembrou dele. Ótimo.

Brasil x Coreia do Sul: onde assistir, horário do jogo e escalações | Copa  do Mundo | ge

Imagem extraída de GE.com

– Precisamos fazer algo diferente?

Caso esteja cansado do seu cotidiano, vale a pena avaliar suas condutas. Um pensamento:

“Se eu não mudar o que faço hoje, todos os amanhãs serão iguais”.
(autor desconhecido).

É isso! Reinvetemo-nos sem medo.

Inovação: o que você precisa saber sobre ações de incentivo

Imagem extraída de: https://certi.org.br/blog/inovacao/

– Viva a disputa por pênaltis!

Japão e Croácia fizeram a primeira decisão por tiros penais da Copa. Que legal!

A emoção, o improvável, os sentimentos aflorados… claro, e a técnica e o equilíbrio necessários (e que nem sempre aparecem) ali estão.

Viva quem inventou a decisão por pênaltis!

Ranking mostra clubes com mais pênaltis contra dos 701 marcados em Brasileirões desde 2013

Foto: infoesporte, extraído de G1.com

– O que houve com a CNN Brasil?

A CNN se reinventará no Brasil?

Foram 125 profissionais demitidos, incluindo pessoas reconhecidas como excepcionais jornalistas (por exemplo: Boris Casoy).

A concorrência e a forma de fazer jornalismo da emissora parecem estar atrapalhando os planos dos investidores…

Mais detalhes em: https://www.terra.com.br/amp/diversao/gente/cnn-brasil-faz-demissao-em-massa-saiba-quem-caiu-fora-da-emissora,4d379d04ea90fa963892dfcce5dbdde6r8bpvrx1.html

Imagem extraída da Web.

– A ação social e a ação mercadológica de Alisson poderia ser mais clara, não?

Muitos viram o “bigodão” que o goleiro Alisson apareceu na Copa, e seu novo visual deu o que falar.

O novo look faz parte de uma campanha da Gillette para promover a preocupação dos exames de prevenção masculino contra o câncer. Por isso, o ostentoso bigode! Além do que, “fazer a barba” é uma publicidade da empresa.

Entretanto… fora as pessoas que sabem do que se trata, alguém viu uma forte ação de marketing usando a prevenção e a imagem do goleiro?

A Gillette teve uma boa inédita, mas a divulgação dos motivos ficou a desejar…

Imagem extraída de: https://www.diariodecanoas.com.br/copa/2022/11/24/bigode-de-alisson-e-o-mais-comentado-nas-redes-sociais-durante-primeiro-jogo-do-brasil.html

– Turpin e Neymar: o juizão protegerá o brasileiro no Brasil x Coreia do Sul hoje?

Já falamos das qualidade de Clément Turpin, arbitro escalado (e bem escolhido pela FIFA) para Brasil x Coreia do Sul. Vide em: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2022/12/03/analise-pre-jogo-da-arbitragem-para-brasil-x-coreia-do-sul/

Por conhecer boa parte dos atletas em campo hoje (apitou a final da UCL entre Real Madrid x Liverpool, “recheado de brasileiros” e recentemente Uruguai vs a própria Coreia), isso é uma grande vantagem. Em especial a Neymar (que ele conhece também do Campeonato Francês), saberá discernir as supostas faltas cavadas (que diminuíram bastante com o amadurecimento e experiência do atacante). Mas o ponto principal: coibirá o rodízio de faltas.

Se fosse contra argentinos ou uruguaios, na primeira oportunidade alguém tentaria atingir a lesão de Neymar. Contra sul-coreanos, uma escola que preza pelo Fair Play, isso felizmente não acontecerá.

Abordo com alguns outros detalhes no vídeo em: https://youtu.be/aZqcR5vyEfU

– Nublada mas bonita!

Uma Segundona nublada, mas ainda bonita (quando retratada daqui).

O Lago do Taboão e seu espelho d’água: impossível não clicar!

📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#amanhecer #morning #lago #lake #sky #céu #natureza #horizonte #fotografia #paisagem #landscapes #inspiração #mobgrafia #XôStress #nuvens #clouds

– Apóstolo Arnaldo: pelo humor, uma reflexão sobre o uso da fé.

Há um humorista sensacional que se intitulou Apóstolo Arnaldo, e criou a Igreja Evangélica Pica das Galáxias.

Com ironia à Igreja Mundial e à Universal, ele criou uma “Sideral”, e em seus vídeos ele acaba tocando, através de humor, num tema sensível: o Charlatanismo da Fé – e aborda as igrejas que usam o nome de Deus para proveito próprio, como empresas comerciais.

Vale assistir, em: https://youtu.be/YLzjgrhsbbQ

– Corra que faz bem!

E mais um treino finalizado, controlando os batimentos cardíacos. Hoje, bem leve.

Correr faz muito bem, traz equilíbrio para o corpo, para a alma e para a mente! E meus outros motivos para correr eu explicito aqui: https://professorrafaelporcari.com/2020/06/13/bom-dia-sabado-explicando-uma-historia-sobre-animo-e-mobgrafia-em-cores-e-cliques/

– Bom dia, 2ª feira (4 de 4).

🌅 05h15 – Desperte, Bragança Paulista, bem chuvosa.

Que a segunda-feira possa valer a pena.

(E há de valer, bem como toda a semanacreiamos nisso).

🍃🙌🏻 📸 #FOTOGRAFIAéNOSSOhobby
#clouds #nuvens #sky #céu #photo #nature #morning #alvorada #natureza #horizonte #fotografia #pictureoftheday #paisagem #inspiração #amanhecer #mobgraphy #mobgrafia

– Bom dia, 2ª feira (3 de 4).

🌺 Fim de cooper! Valeu o treino (além do esforço).

Estou suado, cansado e feliz, alongando e curtindo a beleza da natureza. Hoje, com essas delicadas plantas rosas.

Curta flores! Elas nos desestressam e aliviam a mente.

🏁 🙆‍♂️ #corrida #treino #flor #flower #flowers #pétalas #pétala #jardim #jardinagem #flores #garden #flora #run #running #esporte #alongamento