– Bolsonaro e o Valdemar: o que mudou no discurso?

Os políticos e as voltas que o mundo dá… em 2018, Bolsonaro atacava Valdemar da Costa Neto, um dos envolvidos no Mensalão. E hoje…

A matéria abaixo é bem clara! Veja, extraída de: https://veja.abril.com.br/blog/maquiavel/o-dia-que-bolsonaro-rejeitou-valdemar-costa-neto-seu-novo-aliado/

O DIA EM QUE BOLSONARO REJEITOU VALDEMAR COSTA NETO

De mudança para o PL para tentar a reeleição em 2022, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) atacou em 2018, com a virulência de sempre, a imprensa por noticiar uma aproximação com a legenda do ex-deputado Valdemar Costa Neto, condenado no mensalão a mais de 7 anos de cadeia.

“A QUE PONTO CHEGARÃO? Primeiro a imprensa mente ao publicar que estive com Waldemar [sic] da Costa na semana passada. Agora diz que aceno para corruptos e condenados. É a velha imprensa de sempre, não sabem fazer outra coisa a não ser mentir e mentir”, tuitou então pré-candidato à Presidência em maio de 2018.

Ainda às vésperas da campanha eleitoral de 2018, ao comentar uma possível aliança com a legenda, o capitão fez questão de se distanciar do cacique. “Valdemar Costa Neto já foi condenado no mensalão. Está citado… citado não… Está bastante avançado [sic] as citações dele no tocante à Lava Jato. Eu converso com o Magno Malta. Qual partido não tem gente com problema?”

O acordo para se filiar ao PL envolveu a garantia de que Bolsonaro terá “autonomia” para indicar candidatos nos estados em 2022 e os comandos das executivas estaduais — uma exigência que inviabilizou a aproximação com outras legendas (como PP, PSL e PTB) desde que naufragou a ideia de fundar um partido, o Aliança pelo Brasil.

Nesta terça-feira, 9, Bolsonaro afirmou que falta “acertar um estado ou outro” e que irá focar nos nomes para o Senado em 2022. “Vamos priorizar, da minha parte, o Senado. Não quero tudo porque o partido não é meu. Tem outra pessoa lá, que fez o acordo comigo e temos que alinhas alguns objetivos, só isso”, disse.

O presidente Jair Bolsonaro: poucos encontros e polêmica com máscara ao chegar à Itália para encontro da cúpula do G-20

O presidente Jair Bolsonaro Isac Nóbrega/PR/VEJA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.