– A evolução do futebol de Seleções na Europa e a estagnação do Brasil.

Suíça e Sérvia mandaram Itália e Portugal (os dois últimos campeões da Eurocopa) para a repescagem das Eliminatórias da Copa de 2022!

A globalização e a miscigenação dos povos nivelou um pouco mais a Europa. Vide a Bélgica e seu time multirracial (com ex-colonos, naturalizados e imigrantes), que desclassificou o Brasil em 2018 na Rússia.

O intercâmbio é fundamental nesses momentos. E, infelizmente, a Seleção Brasileira não consegue jogar com times europeus, a não ser em época de Mundial (por falta de datas e oportunidades)… o nível do futebol mundo afora, repito, mudou.

O nosso calendário também precisa mudar, pois sem disputar com as seleções bem montadas da Europa, jogando apenas com nossos sparrings sul-americanos (exceto a Argentina) e vez ou outra com africanos e asiáticos, não dá.

Certa vez brinquei e cada vez mais penso que essa ironia tem um fundo de razão: se a Austrália joga na Ásia para desenvolver mais seu futebol (já que na Oceania não evolui), por que o Brasil não poderia pedir à UEFA para disputar alguma competição por lá, como a Liga das Nações em datas-FIFA?

Vale pensar no assunto (embora a Conmebol detestaria).

Copa do Catar pode ter 48 times se depender do presidente da Fifa - O Progresso

Crédito da imagem: Divulgação, extraída de https://www.progresso.com.br/esporte/copa-do-catar-pode-ter-48-times-se-depender-do-presidente-da-fifa/365489/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.