– Aos poucos, o mundo tenta voltar.

Se queremos “matar a vontade de passear”, precisamos nos cuidar. Certo? Então, antes de descer do carro / começar nossa pequena história, coloquemos as máscaras:

Depois de muito tempo, as crianças enfim puderam ir a um parque público. Brinquedos isolados, gente separada, trajetos alterados para não ocorrer aglomeração.

Para elas, tudo bem! O que vale é sair da rotina dos últimos meses. Com máscaras e álcool gel, redescobriram o mundo. Afinal, a curiosidade é gigante, como mostra a foto do Miguel e da Maria Estela:

Como sabemos que nesse tempo ainda anormal (não, não aceito o termo “novo normal”, será normal depois que acabar a anormalidade), poucas coisas se permitem. Mas trepar numa árvore, uma brincadeira milenar, felizmente é livre de proibição. Eu adorava comer goiaba sentado nos galhos da goiabeira velha (que me suportava, eu era magrinho). Nessas árvores de caule grosso, o problema é zero.

Veja só se os sapecas não aproveitaram:

O mais legal é que tudo vira brincadeira. Na ponte de madeira, eles descobriram “vilões que roubam crianças”, e a supermenina apontou ao supermenino onde estavam! Ele, sem titubear, mostrou que tinha superpoderes!

Deus abençoe tamanha criatividade em idade tão nova kk. Olhem só:

Enfim, livres para retornar ao nosso lar, na hora de entrar no carro e… ufa, tirar as máscaras! Eu sigo todos os protocolos, mas detesto usá-las (mas as uso). Faz parte. Tudo isso é necessário para que tenhamos os nossos sorrisos de volta!

❤️💙 #família

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.