– Pênalti ou não em Jô, no Botafogo 2×1 Corinthians?

Que lance “danado” no Engenhão nesta 2a feira, não?

Ao ver o suposto pênalti sofrido pelo atacante Jô pelas imagens disponibilizadas, não consigo ter uma conclusão objetiva instantânea. Se eu estivesse apitando, talvez também não marcaria. Entretanto, há de se ver o ângulo e o campo de visão do árbitro para sabermos se ele acertou ao não marcar ou errou ao interpretar. 

Do sofá, vendo pelo vídeo com calma e com tempo, minha decisão seria de MARCAR O PÊNALTI (lembrando que o juiz não tem tempo nem câmeras para auxilia-lo). O desequilíbrio de Jô que pode parecer forçado realmente ocorre (apesar da chamada “valorizada”, que certamente fez o árbitro se enganar).

 E como julgar a situação para assinalar ou não o tiro penal?

 Você tem subsídios para os mais fanáticos a favor e contra o Corinthians, baseando-se em teorias conspiratórias.

 4 ÍTENS A FAVOR DO CORINTHIANS (àqueles que entenderam que o Timão foi prejudicado):

  • Há um contato físico claro que desequilibra o atacante. Juizão não deu porque não quis.
  • pagou o preço pelos pênaltis cavados e pelo gol de mão contra o Vasco. Por causa dessa fama, o árbitro, em dúvida, mesmo sendo pênalti preferiu não marcar.
  • Precisa dar emoção final ao campeonato, pois se acabar logo o Brasileirão, a Globo perde a audiência.
  • Rodrigo Raposo é árbitro caseiro. Aliás, veja a lambança que ele fez quando apitou (mesmo sem ter história no Futebol Nacional e levado a aspirante da FIFA sabe lá Deus como) o jogo entre Internacional x Santos. Aqui: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2016/09/09/os-por-ques-de-rodrigo-batista-raposo-em-internacional-2×1-santos/

 4 ÍTENS CONTRA O CORINTHIANS (àqueles que entenderam que o Timão não foi prejudicado):

  • É nítido de que o leve contato físico sofrido não seria capaz de derrubar Jô e ele cai fazendo um grande teatro. 
  • Por ser final de jogo e não tendo como vencer o seu marcador, o atacante corintiano vê como último recurso se jogar.
  • Havia árbitro e AAA (árbitro assistente de linha). Ambos estavam atentos e não errariam de onde estavam. 
  • Em dúvida e não querendo beneficiar o Corinthians com um erro, o árbitro Rodrigo Raposo lembrou-se do pênalti equivocado em Guilherme Arana que deu a vitória ao Timão no 1o turno curiosamente contra o mesmo Botafogo. Em: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2017/07/02/o-equivocado-penalti-em-arana-no-corinthians-x-botafogo/

Enfim: tal lance é difícil até mesmo para uma rápida decisão do Árbitro de Vídeo, pois as imagens não são claras. Reforço: eu marcaria tiro penal por entender ter existido (leve, mas existido) o contato que é suficiente para desequilibrar o jogador. Mas sem radicalismos, pois é sim uma interpretação difícil pelo calor e clima da partida, pelo local da infração e pelo tempo da partida. A decisão, portanto, é perfeitamente discutível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s