– Tempo de Correr, Suar e Meditar

Durante a minha adolescência, beirei 100 quilos. Quando me encontrei como árbitro, meu peso caiu para 69 kg. Pudera, nunca havia feito atividade física de verdade…

E quem começa a correr, gosta. Ficar sem a endorfina da corrida é apavorante! Mas há certas combinações que dão certo. Por exemplo: correr na madrugada, sem trânsito ou obstáculos, no mato, à beira da Serra da Ermida. Hoje meu treino partiu daqui:

  

A corrida foi de 12,5 km em 1 hora. Ufa! Precisava de tal tempo, já que lesionei o menisco e, felizmente, consegui recuperá-lo sem cirurgia (claro, há limitações por isso).

 

Durante o treino, é impossível não pensar na vida, em Deus, nas coisas que perturbam e nas que agradam. É por isso que tais “longões” são ótimos: você queima calorias, se mantém saudável e tem tempo para meditar! E ainda goza desse nascer do sol:

 

 

Corpo, mente e alma sadias são necessidades da vida atribulada de hoje.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.