– O lance tão reclamado de Palmeiras 3×2 Atlético Mineiro

O Galo de Minas Gerais reclama do gol sofrido aos 48’40” do segundo tempo no Allianz Parque, no jogo contra o Palmeiras, e que decidiu a partida em 3×2 para o Alviverde Paulista.

Reclamações com ou sem razão?

Com razão. Não dá para discutir muito e nem dizer que era “tão interpretativo” o lance chiado.

Vamos lá: nos acréscimos, estando 2×2, a zaga atleticana chuta a bola do campo de defesa em direção ao ataque, e no meio de campo, Ricardo Oliveira dá um tranco legal em Edu Dracena disputando a bola. O atacante mineiro fica com o domínio e o zagueiro paulista cai. O árbitro Péricles Bassols marca a falta, que é cobrada rápida e na sequência sai o gol do Palmeiras.

Entenda: a queixa é que o gol saiu de uma falta inexistente, e foi inexistente mesmo. Tranco legal se define em: uma disputa de bola com contato físico, ombro-a-ombro, sem força excessiva – e é isso o que ocorreu. Ricardo Oliveira não fez falta em Edu Dracena, mas ganhou a bola de maneira limpa. Portanto, errou o juizão.

Pense: e se esse lance ocorre dentro da área palmeirense (portanto, a favor do Atlético Mineiro), estando 2×2? Bassols marcaria o pênalti para o Galo?

Sinceramente, me pareceu mais um lance apitado para “matar o jogo no meio de campo”, onde a interpretação do árbitro foi equivocada e influenciada pelo cansaço da partida e pelo tempo final de jogo (lamentavelmente).

Resultado de imagem para palmeiras x atletico mg

Anúncios

Um comentário sobre “– O lance tão reclamado de Palmeiras 3×2 Atlético Mineiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.