– O WO do Mogi Mirim simboliza muita coisa.

Paulista de Jundiaí na série B (4a divisão) de SP. Guarani de Campinas, outrora campeão Brasileiro, na A2 de São Paulo. União São João de Araras, que se gabava de ser clube-empresa, de portas fechadas. A Portuguesa eliminada da Série D do Brasileirão e correndo risco de ser eliminada precocemente da Copa Paulista. E, fechando o caixão, o tradicional Mogi Mirim que outrora revelou o técnico Vadão do famoso “carrossel caipira” com Rivaldo, Leto e Válber, dá oficialmente o seu primeiro WO em sua vida profissional (contra o Ypiranga, na série C) e anuncia que abandona o torneio.

Motivo? Greve de jogadores por 6 meses de salários atrasados.

Sei que os equipes pequenas do Estado de SP padecem com a FPF rica e os times pobres. Sei que custa caro jogar profissionalmente. Sei que o ridículo calendário que só garante 3 meses de competição à maioria dos times os arrebenta. Sei ainda que o futebol deixou de ser um atrativo e concorre com diversos outros lazeres, mas…

Sabemos que a gestão correta, honesta, transparente, profissional e saneada financeiramente inexiste em boa parte dos clubes. E você poderá pegar cada um dos times citados e enumerar por ordem de importância os causadores da falência dos times, desde a má administração aos problemas inerentes do futebol no Brasil.

A questão é: quantos times RENTÁVEIS sobrarão no país daqui alguns anos, com o panorama irreversível de necessidade de se agir com responsabilidade no esporte?

Isso me preocupa muito…

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s