– Até quando teremos violência entre torcidas de futebol? Um relato impressionante de quem nada tinha a ver com a briga!

No último clássico entre Palmeiras x Corinthians, tentou-se fazer o jogo com torcida única. Infelizmente, os esforços de gente de bem que queria evitar confusão foram atropelados pela demagogia e política.

Muita briga antes e depois do jogo. Depredaram um carro da Rádio Jovem Pan, a PM entrou em confronto com vândalos, palmeirenses organizados promoveram uma praça de guerra nas imediações, corinthianos quebraram o reservado em que ficaram no estádio.

Pra quê tudo isso?

Por causa de bola?

Durante a Copa do Mundo, houve um debate sobre o “torcedor almofadinha”, aquele que vai eventualmente ao estádio, que tira foto e gosta de mordomia (chamado pejorativamente de “torcedor coxinha”) versus o “torcedor sofredor, que sabe torcer pois está lá sempre e fica no povão” (aquele que vai regularmente ao estádio).

Ambos são bem aceitos nos estádios, são gente de paz! O problema é: as facções criminosas que se travestem de torcedores!

Chega disso. A Polícia Militar já não dá mais conta. Em breve, precisaremos do Exército nas portas dos estádios. São fanáticos, bandidos e vagabundos que acabam com o esporte.

Compartilho um relato do professor e advogado jundiaiense Douglas Mondo, pessoa de mais alto respeito e credibilidade na nossa sociedade e que presenciou uma das cenas mais tristes deste domingo, a postando em seu Facebook. O relato é claro e preciso, abaixo:

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.