– Análise da Arbitragem: Palmeiras X Corinthians > 01/05, Pacaembú

 

Antes da Análise: deu coceira nos dedos para digitar o seguinte título: “PC: pede insalubridade e periculosidade à FPF”, em referência ao jogo arbitrado, que, cá entre nós, começou na quarta cedo, quando o ótimo Prósperi publicou no Jornal da Tarde de que ele seria “escalado no sorteio”.

 

Vamos para o jogo:

 

Com 10 segundos, falta do Palmeiras. Com 30 segundos, nova falta do Palmeiras. Com 1 minuto, Deola reclama ao Adicional de Cotovelada fora de lance.

 

Prenúncio de confusão? Claro.

 

Com 3 minutos, dupla falta do Palmeiras (2 palmeirenses fazem falta em 2 corinthianos simultaneamente). Quer mais? Com 3m30s, Kleber empurra Castan e leva Cartão Amarelo. Parecia nítido de que, com tantas faltas palmeirenses (perceberam que não chegamos aos 4 minutos) a tática do anti jogo estava marcada?

 

Aos 4 minutos, Kleber (repare o número de citações dele no texto) avança para a grande área e, na aproximação do adversário, antecipa sua queda (repare que ele é tocado sim, mas enquanto começa a cair!). Não é pênalti, é uma simulação descarada. E simular é conduta antidesportiva, punível com Cartão Amarelo. Aí Paulo César de Oliveira errou! Acertou em não dar o pênalti, mas errou ao não dar o Segundo Cartão e consequentemente o Vermelho. Além do que, Kleber jogou um estádio todo contra o árbitro, que, incluindo os corinthianos, estavam pré-dispostos contra o árbitro.

 

Fica a grande questão: depois de tudo o que precedeu o clássico, imagine Kleber expulso (e seria merecido) aos 4 minutos do primeiro tempo?

 

Aos 15 minutos, os dois treinadores começaram a bater boca. E o clima dentro de campo também. Só discussão, cada “machadada uma minhoca”. Aos 20 minutos, os atletas reclamavam até do lateral e não havia espírito esportivo algum. E daí…

 

Era exatamente o minuto 21. De novo Kleber entra na área e dobra os joelhos. Cai descaradamente e o braço do Castán, durante a simulação, involuntariamente bate no seu rosto! Bateu, não há dúvida, mas nada de agressão. Seria o Terceiro Cartão Amarelo a Kleber. PC acerta de novo em não marcar nada e erra de novo em não dar o cartão. Na sequência, Danilo dá um carrinho criminoso em Liedson. Carrinho frontal, campo molhado, zagueiro contra atacante que tenta partir para contra-ataque… não há dúvida: Vermelho! Acertou PC. Palmeirenses reclamaram que Liedson deveria ser expulso junto. Ué, apanhar é crime? Ele foi vítima! Liedson caiu sobre Danilo pois foi atingido – onde ele cair é acidente de trabalho, não importa se Danilo se lesionou ou não, pois o atacante estava desequilibrado.

 

Até agora, não vemos nada que justifique reclamações do Palmeiras.

 

Reiniciada a partida, 20 e tantos minutos, aí sim a SEP pode reclamar: Valdívia divide com o Vento, chuta o Vento que revida e o contunde, tirando-o de campo. Falta para Vermelho do Vento. Felipão não reclamou? (desculpem a ironia, é que esse foi o único lance não reclamado…)

 

26 minutos: Kleber e Ralf disputam a bola, e Kleber, “a lá Jael, o Cruel” (vide São Paulo X Portuguesa na semana passada) solta o braço no rosto do adversário. Seria o Quarto Cartão Amarelo para o palmeirense.

 

Logo após, Tite e Felipão batendo boca. Na sequência, Felipão faz o típico gesto de roubo contra a arbitragem (na coletiva disse que foi à Tite, mas depois confessou que PC apitou premeditadamente contra seu time – o que é gravíssimo!). Corretamente Paulo César de Oliveira expulsou Scolari. Nesse caso, se expulsa Tite, poderíamos dizer que o árbitro estaria fazendo média. PC não é mediador, é árbitro.

 

Aos 36 minutos, Alessandro excede e recebe Amarelo. Ok. Jogo Inexistente, somente Unfair-play até então.

 

42 minutos: Na lateral, Kleber disputa uma bola perdida e empurra com as duas mãos o seu adversário, num lance igual ao seu primeiro cartão aos 3m30s. Foi na frente de Vicente Romano Neto. PC fez vista grossa, pois seria o Quinto Cartão Amarelo! (Não estamos levando em conta a reincidência de faltinhas bobas durante o campo, apenas as que devem ser punidas, conforme a regra, com cartão amarelo).

 

44 minutos: Tinga, no ataque, disputa uma bola e se joga. Fábio Santos recebe injustamente o Cartão Amarelo. Não foi falta, a imagem foi clara. Embora, justiça seja feita: a simulação foi muito boa, tanto que iludiu o bom bandeira Alex Alexandrino que estava próximo ao lance.

 

Chegamos aos 45 minutos. Qual erro de Paulo César de Oliveira pode ser observado contra o Palmeiras até então? Até agora, vimos lances justificados por acertos do árbitro e leve prejuízo ao Corinthians, com a permanência de Kleber e do cartão ao Fábio Santos.

 

Fim do primeiro tempo. Só 3 de acréscimo? Tudo bem. Compreensível.

 

Segundo tempo: o jogo mudou. Claro, não dava para manter todo mundo pilhado por tanto tempo. O lance mais polêmico só aconteceu no gol de empate, onde o trabalho de equipe envolvendo Antonio Rogério Batista do Prado, Alex Alexandrino e PC não deixaram dúvidas ao tento. Gol legal. Só faltou saber qual elemento da arbitragem foi preponderante para a decisão. Acerto geral.

 

Aos 68m, Márcio Araújo caiu sozinho. Torcida chiou mas até o jogador ficou com vergonha de pedir pênalti. No minuto 71, Ralf recebe o Amarelo corretamente. Aos 81m, Kleber e Castan dividem, PC dá falta de Castan e Amarelo: discordo, Kleber dividiu no tranco e caiu. Segue o jogo.

 

Aos 83 minutos e aos 2 m de acréscimo, Kleber caiu. Retardamento (cera) proposital?

 

Aos 47m30s do segunto Tempo, Kleber (ufa, quanto Kleber citado) empurrou o adversário (deve ter sido o Castan) de novo e com as duas mãos. Seria o Sexto Amarelo? A terceira igual.

 

Fim de jogo: o que marcou no clássico- pouca bola rolando, falta de espírito desportivo, desequilíbrio emocional e unfair play de Felipão e Kleber.

 

Erros do Paulo César de Oliveira? O único significativo: não punir Kleber com o segundo amarelo (e a conseqüente expulsão) nas diversas oportunidades que foram proporcionadas. Teria o primeiro cartão cedo intimidado o segundo? Não creio.

 

Paulo César não apitou um jogo. Ele conduziu uma guerra, onde ele, em muitos momentos, era o único laço que unia palmeirenses e corinthianos. Se ontem vimos a melhor arbitragem do campeonato (pelas situações do jogo), hoje vimos a mais difícil arbitragem do torneio. E, por tudo o que envolveu, Paulo César foi excepcional.

 

Parabéns. É nele que os jovens árbitros devem se espelhar.

 

Um pequeno desabafo pós-jogo:

 

Depois de tudo isso, Paulo César de Oliveira deveria ir à FPF e deixar seu escudo sobre a mesa como gesto simbólico da repulsa à suposta manipulação que envolveu o seu nome. Paulo César é FIFA, apita muito mais jogos do que os outros, assim se expõe mais do que os outros por isso. Pela visibilidade, erra mais em números absolutos; mas em relativos muito menos. Está entre os 3 melhores do Brasil desde os anos 90! Nunca foi a uma Copa. Uma das maiores injustiças da arbitragem brasileira: PC e Dulcídio Wanderley Boschilia não irem a uma Copa do Mundo.

 

O assédio moral promovido não sobre o árbitro PC, mas ao cidadão PC, foi cruel e covarde. Uma pena que as autoridades públicas se façam surdos e cegos aos desmandos que vemos, principalmente à falta de respeito a um homem honesto.

 

Lembre-se: quando da Máfia do Apito, em conversas gravadas entre Gibão e Edilson, um  dos fraudadores questionou: “Vamos falar com o PC?” E a resposta: “Não, esse é honesto”. Há 2 anos, enquete entre os jogadores de futebol sobre os árbitros determinou: “PC é o mais respeitado entre os jogadores”. Quer mais? Nos jogos em que trabalhei com PC, jogadores de divisões inferiores, após as partidas, pedem autógrafos e fotos! Ele é um dos poucos que vi entrar em campo aplaudido.

 

Kleber e Felipão estão certos e o resto do mundo errado?

 

Parabéns PC. Sei que você lê meu blog e digo: Você é o cara.

 

E você, o que achou da arbitragem de Palmeiras X Corinthians? Deixe seu comentário:

 

Ops: Felipão me lembrou hoje de um jogo (acho que Copa Ouro), onde, após a Guatemala marcar 2 X 0 contra o Brasil, jogou toda a culpa na arbitragem e foi expulso. Ou seja, completamente desequilibrado… Parece que está trabalhando contrariado!

 

Ops2: Felipão disse que é tudo é premeditado. Disse que Sálvio foi encomendado também. O TJD o punirá? E se estivesse na Final?

Anúncios

Um comentário sobre “– Análise da Arbitragem: Palmeiras X Corinthians > 01/05, Pacaembú

  1. Prezado professor Porcari,

    Parabéns pelo seu brilhante comentário da arbitragem de Paulo César. Muito instrutivo e verdadeiramente correto e imparcial. Gostaria apenas de acrescentar que o PC deveria ser mais enérgico no início da partida, isto é, deveria ser o PC de 10 anos atrás.
    Concordo plenamente que é uma injustiça ele não ter ido a uma copa do mundo.

    Forte abraço,

    Deive

    Curtir

  2. Rafa , parabens pelo comentario , realmente o arbitro nao teve nenhuma participação no resultado da partida…
    só duas perguntas pra voce que é o especialista.
    1- o Goleiro do Palmeiras saiu de sua area e foi reclamar com ele por causa da expulsão, nao caberia um AMARELO?
    2- o lance do KLeber que empurrou o jogador do Palmeiras em frente ao Bandeira, uma duvisa, o Bandeira e nem o PC nao fizeram nada porque o lance aconteceu fora da linha de jogo, sendo assim o kleber estaria fora de jogo e nao caberia o cartao, é isto que a Lei fala quando esta fora da linha de jogo nao tem falta?
    gostaria que voce me falasse..abraços
    e parabens..

    Curtir

  3. Grande Wilsinho, vamos lá:

    1- Poderia levar Amarelo sim. Afinal, atravessar o campo para reclamar não é devido. Embora, naquele momento, era uma situação de confusão generalizada.

    2- Independente do lance ser fora ou dentro de campo, deve-se dar o cartão. O que muda é que- se dentro: falta; se fora, lateral. A questão disciplinar se estende até aos arredores do campo.

    Curtir

  4. ASSISTI AO JOGO . E PARA A ARBITRAGEM FOI UM JOGO DE ALTO GRAU DE DIFICULDADE. ERROS E ACERTOS SAO EMINENTES A TODOS. PARABENS PAULO. MAS ACHO Q O QUE MAIS SE QUESTIONA É O SISTEMA E A CONDUTA DA COMISSAO DE ARBITRAGEM. A TEMPOS VENHO COMENTANDO QUE ESTA FALIDO O SISTEMA . O FUTEBOL MODERNO NAO PODE SER MAIS ADMINISTRADO POR AVENTUREIROS DE PLANTAO E NEM SERVIR DE CABIDE DE EMPREGO A TANTOS QUE NUNCA FORAM REFERENCIA NO ESPORTE BRETAO. A FPF, BEM COMO A COAFESP E O SINDICATO DE UMA CATEGORIA QUE NAO EXISTE NO PAPEL, SO FAZEM LEZAR A TODOS OS POBRES DOS ARBITROS COBRANDO-LHES ALGO INSISTENTAVEL E INTOLERAVEL, VAMOS DAR UMA BASTA A TODO ESTE SISTEMA QUE SUSTENTA MUITOS INCAPACITADOS E ABSOLUTOS QUE MAMAM NESTA TETA CHAMADA ARBITRAGEM. DEIXEM O COMANDO PARA PESSOAS QUE REALMENTE FORAM GRANDES ARBITROS , ARBITROS ASSISTENTES E PROFISSIONAIS ABSOLUTOS QUE DEDICARAM AS SUAS VIDAS A ESTA INSTITUIÇAO COLOCANDO AS SUAS CARREIRAS A JULGO E SEMPRE COBRADOS DE MANEIRA IMPROPRIA E OPORTUNISTA POR ALGUNS QUE LA ESTAO FARDADOS DE UM CONCEITO QUE SO A SI SE BENEFECIA. ACABEMOS COM OS CABIDES DE EMPREGOS E COBREMOS DO MINISTERIO PUBLICO UMA AUDITORIA NESTE SINDICATO E SEUS PROPRIETARIOS (QUE NAO SAO OS ARBITROS), ACUMOLOS DE FUNÇOES , AUTOTITARISMO INESCRUPULOSO E DESNECESSARIO.
    ACABOU CHEGOU NO FUNDO DO POÇO . FIM A TODOS ESTES PERSONAGENS QUE POSSA NASCER UMA NOVA COMISSAO … UM NOVO E SERIO SINDICATO…ACABE A COAFESP QUE DE NADA ADICIONOU A NAO SER TAXAS E QUE POSSAMOS NOS ARBITROS RESPIRAR LIVRES DESTE LODO QUE NOS AFOGA A TODOS OS DIAS

    Curtir

  5. Sou um babaca que voltou com o IP do meu serviço, que é: IP: 189.121.229.245 , bd79e5f5.virtua.com.br

    Eu gosto de ser troll, o idiotinha sem nada pra fazer na minha casinha.

    Gosto de grandão da comissão. Paulo Cezar é um belo negão.

    Curtir

  6. Porcari, ótima análise. Acho que assisti o mesmo jogo que você.

    Se puder, fale sobre o que achou do comentarista da Globo e a opinião dele.

    Assisti sua entrevista na Jovem Pan, foi corajoso. Parabéns.

    Curtir

  7. Ei rafael, quem é esse porra raphael rodrigues que escreve essas frases sem sentido? deve ser puxa saco da fpf.

    Pq vc não topa ser observador? Dá de 10 a 0 nas análises dos vedores ultrapassados. respeito só quem é gente do ramo. O que acha de Marcelino, Manoel Andrade estarem juntos com benê do Sindicato?

    Curtir

  8. Caro Porcari,

    Você sabe que a gente não pode se identificar. Queria dizer ao grande amigo que me senti representado na entrevista da Rádio jovem pan. Com atraso lhe escrevo pois estava em viagem e só assisti ontem. Vc disse o que nós queríamos dizer.

    Sobre o jogo, vc comparou bem o jogo do Claus e do PC. O Felipão tava na cara que queria o PC para soltar seu veneno. O piro é que passam a mão na cabeça dele.

    Eu também não expulsaria o Liedson e nem o Tite. Concordo com vc.

    Abraços a vc e a sua linda família.

    Arbitro,
    daquela cidade onde um dia comemos frango ao molho pardo no jantar.

    Mando uma mensagem no seu email.

    Curtir

  9. Respeito o Arnaldo. Mas não interpretei da mesma forma que ele. Claro que o que ele diz repercute muito mais. Valeu pelo elogio.

    Curtir

  10. “prata”, esse mala é um coitadinho que quer aparecer. Ele não terá mais espaço aqui. Só entra gente com educação e de bem.

    Não quero ser observador não, agradeço. Já tive o convite mas não vale a pena.

    Sobre os nomes citados: Marcelino Thomás e Manoel de Andrade foram excepcionais árbitros e sabem muito bem analisar um jogo. Esses são bons!

    Sobre o terceiro nome, me recuso a comentar. Você é árbitro, sabe o que digo. Valeu!

    Curtir

  11. Diz Ferrari – Prezado mestre e amigo : concordo com você, o árbitro correspondeu. Agora, esse regulamento do campeonato paulista é insensato e absurdo. Os dois times com melhor campanha( sempre estiveram na frente) estão fora da final. O melhor colocado teria que ser beneficiado, em caso de empate no jogo. Onde se viu, um estafante campeonato ser decidido por um pênalti( loteria) perdido, no caso do Palmeiras?
    Esse regulamento é dos tempos medievais.Pêsames à Federação! Os dois melhores durante o Campeonato ficaram de fora… Isso é sensato ?

    Curtir

  12. Prof Porcari explica para mim o que tem de diferente entre o que ocorreu em 2008 e agora?

    O presidente entendeu que tinha algo estrano na questão do envelope e não estranhou o Jornal da Tarde dar a notícia do sorteio do juiz do jogo?

    Pergunte para o FS?

    Relembrando…

    Pela primeira vez, o presidente da FPF (Federação paulista de Futebol), Marco Polo Del Nero, falou sobre o caso de possível suborno ao árbitro Wagner Tardelli, que apitaria a partida entre Goiás e São Paulo, no Gama-DF, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, no domingo passado. O Tricolor ganhou por uma 1 a 0 e ficou com o título da competição.

    O dirigente divulgou o e-mail que passou ao presidente da Comissão da Arbitragem, Sérgio Corrêa, no último sábado. Del Nero alerta na correspondência eletrônica para trocar o juiz da partida, e evitar que Tardelli fosse acusado de suborno, pois seu nome estaria relacionado a um envelope.

    Leia o e-mail divulgado por Del Nero:

    “Quero aqui ratificar oficialmente o que lhe passei via celular ontem à noite, sobre a preocupação que nos atinge em relação ao ato relatado, ontem à noite por minha secretária de nome Lilian sobre suposto envelope que deveria chegar às mãos do vice-presidente Reinaldo Bastos para ser entregue ao árbitro Wagner Tardelli. Como lhe disse, comuniquei o fato ao GAECO do Ministério Público de São Paulo na pessoa do Dr. José Reinaldo Carneiro, cujo telefone lhe passei.

    A sugestão do Ministério Público, que também adoto, é a de trocar o árbitro da partida para preservá-lo. É uma questão humanitária, pois Wagner Tardelli pode não estar a par do envelope e se ocorresse um erro comum da arbitragem poderia acarretar sérias dúvidas. E a troca do árbitro iria transformar um fato delicado
    a nada, sem outras conseqüências, pois estaria sanada a nossa preocupação. O campeonato terminaria sem qualquer mácula ou dúvidas. Vou procurar entrar em contato com Dr. Ricardo Teixeira pra transmitir a nossa preocupação”

    Curtir

  13. A diferença era: em um caso ele quis ser pedra sendo vidraça. Em outro, quis ser a própria vidraça já sendo.
    No fundo, ele era a próprio molequinho que joga a pedra nos dois casos… O resgate do seu email foi fundamental.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.