– E há algum fundo de verdade?

Já rodou pela Web algumas vezes esse texto, e sempre ele parece ser oportuno para discussões: temos na sociedade uma geração que prega a causa do politicamente correto e levanta bandeiras justas, mas, contraditoriamente, não age de maneira coerente no próprio lar e com os seus próximos?

Abaixo:

TRISTE GERAÇÃO QUE SE ESTRESSA POR TUDO

“Andam de carro, uber, táxi… Não lavam suas cuecas, nem suas calcinhas.

Não buscam conhecimento. Nem espiritualidade. Não se encantam com decorações natalinas, nem com um ipê florido no meio da avenida.

Reivindicam direitos de expressão e não oferecem nada em troca. Nenhuma atitude.

Consideram-se vítima dos pais. Julgam. Juízes duros! Impiedosos! Condenam.

Choram pelo cachorro maltratado e desejam que o homem seja esquartejado.

Compaixão duvidosa. Amorosidade mínima. “Preciso disso! Tem que ser aquilo!” E haja insatisfação! Infelicidade. Descontentamento. Adoecimento. Depressão. Suicídio… Geração estragada.

Inconformada. Presa em suas desculpas. Acomodada em suas gaiolas de ouro. Postam sorrisos, praias paradisíacas, mas não se banham no mar curador.

Limpam o lixo na praia com os amigos e não arrumam a própria cama. Em casa, estampam tristeza, sofrimento, dor… a dor de ter que crescer sem fazer por onde… merecer.”

Autor Desconhecido

Imagem extraída de Espaço Psique, em: https://pages.facebook.com/ClinicaEspacoPsique/photos/a.758927924190830/3470592426357686/?type=3&source=48

3 comentários sobre “– E há algum fundo de verdade?

  1. Prof Rafael,

    Achei o texto reducionista. Acho que generalizar não é uma forma eficaz de compreender os fatos e as pessoas. Acho que o texto ‘joga com as palavras’ pra manipular nossa opinião e nos convencer de que não há valor no ‘politicamente correto’. Acho essencial tentarmos melhorar nossa sociedade. O chamado ‘politicamente correto ‘ é o esforço de cuidarmos das palavras e ações para não sermos injustos ou prejudicarmos alguém por questão de cor da pele, gênero, idade, classe social, etc.

    Vamos sim tentar cuidar mais e mais da natureza, dos animais. Não sei se é uma tendência da geração atual. Acho que envolve todas as faixas etárias.

    E ninguém é perfeito, mas muita gente está tentando. Acredito que nós todos devemos nos esforçar mais pra cultivar o bem, as virtudes humanas. Não é fácil, mas vale a pena.

    Curtir

  2. Sim, Rosana, a questão é mais profunda do que parece. Gosto de instigar a discussão, sempre de maneira educada, para que possamos sempre acrescentar impressões agregadoras como você bem fez. Obrigado pelo ótimo apontamento!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.