– Vida em abundância no amor.

Tenho passado dias cada vez mais intensos com minha caçulinha Maria Estela. Claro que todo pai é babão e se ilude com os caprichos da infância. Mas… quiçá a vida permita tanta doçura e companheirismo até a eternidade.

Dia após dia, surgem sempre coisas novas no desenvolvimento de uma criança. E aí vem a fase que aterroriza os pais: a adolescência!

Ai que medo. Por isso tentarei curtir a pureza dela o máximo possível. Amo demais ela, a irmã dela, a mamãe dela… E que seja sempre assim: um amor pleno.

Imagem

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.