– O Torcedor de Político.

Torcedor de Político, quando fanatizado, é igual a Torcedor de Futebol “doente”.

Vejam os boleiros mais radicais: se alguém dá uma notícia que é ruim para o Corinthians (mas poderia ser no exemplo o Palmeiras, o São Paulo ou o Santos), é classificado como “anti”. Depois vem com o mesmo lenga-lenga de que “só sabe falar mal do Timão (ou Verdão / Tricolor / Peixe)”; ou de que, se é time de cidade do Interior, a Imprensa torce contra

Vejam a versão “torcedor de político” (lembrando, a ala dos radicais): se alguém fala mal do Presidente Bolsonaro é comunista; se fala bem, vira fascista (e a lógica com seus devidos atributos vale para Lula, ou Dória, ou Ciro, ou outro qualquer). Mas e quando se fala de maneira isenta, sabendo contrapor erros e acertos? Aí o fanático tergiversa!

O gozado é: o fanático fala sempre baseado na sua interpretação distorcida pela cega paixão (no futebol e na política). O torcedor “torce e distorce”. Fica difícil qualquer diálogo…

A verdade é: chega de fanatismo! Pode torcer para qualquer time de futebol, defender ou criticar qualquer político – mas sem radicalismo. Isso acaba com o país.

fanatismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.