– A estupidez dos protestos fanáticos de torcedores de futebol

É sabido que amo futebol, mas não sou idiota de cometer crimes ou sandices e/ou extrapolar o bom senso. Afinal, “o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes”, como cunhou um dia Arrigo Sachi.

Entretanto, não só esportivamente, mas socialmente falando, é triste demais ver pessoas tomadas pelo fanatismo ameaçando de morte outras ou brigando por conta de… futebol!

Não venha me dizer: “Você não sabe o que é acompanhar o time nas viagens pelo Brasil inteiro, é paixão”. Não sei mesmo, afinal o Trabalho, a Educação e a Família estão em primeiro lugar! De onde vem o dinheiro e o tempo para se ausentar das coisas importantes e ir atrás de futebol?

Outra coisa: os clubes são entidades PRIVADAS! Os donos são seus sócios, não os torcedores. Os diretores querem ganhar, antes do que título, dinheiro! Portanto, esse é outro motivo para entender que é uma grande imbecilidade fazer com que o time de futebol seja prioridade na vida de um torcedor, além de achar que “tem direito de protestar dessa forma”.

O protesto verdadeiro e civilizado é a vaia, o boicote ou a associação ao quadro associativo, tentando se tornar dirigente para mudar a situação. Aliás, muitos pirateiam produtos do time (dando prejuízo a marca) e depois se dizem “apaixonados que lutam por ele”!

Esqueçam esse romantismo (se é que é verdadeiro). A coisa deve ser profissional e racional, nunca passional porque trás violência. Prova disso são as ameaças a Felipão.

Luís Felipe Scolari foi o mestre dos treinadores na virada dos anos 1990 / 2000, culminando com a Copa do Mundo de 2022. Amado e odiado por muitos, foi o capitão do fiasco do 7×1 de 2014 (antes, fez parte da campanha do rebaixamento do Palmeiras). Mas pelo carisma (e pelo histórico e competência em outras passagens no próprio Verdão) conquistou o Brasileirão passado. Respeito ele, sua história e seu conhecimento mas hoje não é mais o supra-sumo dos técnicos de futebol. Afinal, é difícil se manter em alta tanto tempo e existe sempre a necessidade de se reinventar.

Dito tudo isso: proteste-se (se for necessário) nas arquibancadas. Fora delas, mantenha-se a civilidade.

Resultado de imagem para ameaça de morte felipão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.