– O Dogma de Nossa Senhora da Conceição

Por EVA, o pecado simbolicamente entrou no mundo.

Mas eis que o anjo disse AVE, CHEIA DE GRAÇA (…)! E Deus, pelas suas palavras angelicais, revela que uma virgem, concebida sem pecado, geraria o Salvador!

A Virgem? Maria, a Imaculada Conceição! E é a respeito desse dogma de fé que celebramos hoje: o de que Maria de Nazaré nasceu sem pecado para gerar Jesus Cristo.

Abaixo,

extraído de: https://formacao.cancaonova.com/igreja/doutrina/dogma-da-imaculada-conceicao-de-maria/

O DOGMA DA IMACULADA CONCEIÇÃO

O Papa Pio IX, no dia 08 de dezembro de 1854, juntamente com 54 cardeais, 43 Arcebispos, 100 Bispos e mais de 50 mil romeiros, que vieram do mundo todo, declarou a Bula “INEFFABILIS DEUS” , que traz o seguinte dogma:

“É de Deus revelada a Doutrina que sustenta que a Virgem, Bem-Aventurada Maria, no primeiro instante de sua conceição (nascimento), por singular Graça e privilégio do Deus Onipotente, em vistas dos méritos de Jesus Cristo, o Salvador do gênero humano, foi preservada imune de toda mancha de pecado original, e dessa maneira deve ser crida por todos os fiéis”.

Desde este dia, os Católicos passaram a acreditar que Maria nasceu Imaculada, quer dizer, sem mácula, sem mancha, sem pecado, não tendo herdado o pecado de Adão, como todos os outros herdamos.

O Dogma ainda fala que a Bem-aventurada Virgem Maria, desde o primeiro instante de sua concepção, foi preservada do pecado original. Um privilégio dado por Deus por causa do seu divino Filho.

O dogma aponta para dois pontos importantes:

a) a Virgem Santíssima foi preservada do pecado original desde o princípio de sua concepção;
b) a Virgem Santíssima recebeu este privilégio, apesar de humana, por causa de Jesus Cristo, gerado em seu ventre.

Depois de 3 anos dessa solene proclamação, no dia 11 de agosto de 1858, Nossa Senhora apareceu, milagrosamente, quinze dias em seguida, perto da pequena cidade de Lourdes, na França, a uma menina pobre, de 13 anos de idade, chamada Bernadete.

No dia 25 de março, Bernadete suplicou que Nossa Senhora lhe revelasse seu nome. Após três pedidos seguidos, Nossa Senhora lhe respondeu: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

A palavra concepção vem do latim. Não é o nascimento da criança. Concepção é o momento que o espermatozóide fecunda o óvulo. De bilhões e bilhões de espermatozóides, apenas um fecunda o óvulo. No momento que o espermatozóide entra no óvulo, temos a concepção de um bebê.

Imaculada significa sem mácula, sem pecado, como já vimos.

Conceição significa concepção. Quer dizer que a Concepção de Maria foi sem mancha, sem pecado.

Agora imagine Maria.

O espermatozóide que fecundou o óvulo de Maria foi dado pelo Espírito Santo.
No momento que o espermatozóide divino penetrou no óvulo, Deus perdoou e apagou da vida de Maria todo o pecado, inclusive o original. Deus pode fazer isto, pois para Deus nada é impossível (cf. Lc 1,37; 18,27).

Jesus jamais poderia ter nascido de uma mulher pecadora. Caso contrário, Ele teria, no seu sangue, como por herança, como todos nós temos, o genes espiritual do pecado, aquele que faz com que qualquer ser humano também cometa pecado.

Resultado de imagem para nossa senhora da conceição imaculada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.