– Viver casado e viver solteiro!

A vida a dois é muito boa. Por mais que os casais possam em certos momentos ter suas divergências, não vale a pena ser solteiro por opção (na minha modesta opinião). Ter seu cobertor de orelha lhe esperando, dividir o dia vivido, partilhar junto as conquistas e derrotas, é necessário. Penso que o indivíduo não nasce para viver isolado.

Mas há quem pense diferente. Ney Matogrosso, excêntrico cantor, por exemplo, deu uma entrevista dias atrás à Revista Época (Ed 728, pg 88), e disse, sobre casar:

Acho chatíssimo. Sabe aquela coisa quando você está em casa lendo um livro e a pessoa te chama e olha, chama pela segunda vez e na terceira você já para de ler? É a privacidade que se perde”.

Respeito, mas acho uma grande bobagem. Escrevo isso justamente após tentar ler a entrevista na revista citada, e minha filhinha me interromper, pular na minha barriga e pedir para contar para ela “uma história maluca da Dani”, sua amiga imaginária.

A leitura ficou para outro dia; a brincadeira rolou solta, junto com a esposa e a vovó que também estavam por lá. E aí questiono: Ney Matogrosso tem razão na sua queixa, pura bobagem ou o cara é muito ranzinza?

imgres.jpg

Anúncios